USDA traz novos 'cancelamentos' por parte da China no boletim de vendas semanais

Publicado em 15/08/2019 14:24 e atualizado em 15/08/2019 16:45
1540 exibições
Mercado esperava algo entre 150 mil e 750 mil t e diante do relatório voltou a cair na CBOT

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe seu novo boletim semanal de vendas para exportação e, novamente, os dados da safra velha vieram decepcionantes para a soja. O saldo da semana para a temporada 2018/19 foi de 109,9 mil toneladas canceladas. Mais conhecido como um movimento chamado de 'washout', tais cancelamentos podem ser rolagens de posições somente.  

O mercado esperava algo entre 150 mil e 700 mil toneladas e, diante do relatório, voltou a recuar na Bolsa de Chicago no pregão desta quinta-feira (15). Por volta de 14h05 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa perdiam entre 7 e 7,75 pontos nos principais contratos, levando o novembro a US$ 8,70 por bushel. 

No acumulado do ano comercial - o qual se encerra agora em 31 de agosto - os EUA já conta com 48.660,7 milhões de toneladas compromertidas, volume bem abaixo do mesmo período da temporada anterior, quando o total passava de 58 milhões. 

Da safra nova os EUA venderam 817,4 mil toneladas, com a maior parte adquirida por destinos não revelados.  

A demanda da China segue concentrada no mercado brasileiro diante da continuidade da guerra comercial com os EUA e, somente nesta semana, a nação asiática já adquiriu, segundo informações apuradas pelo SIMConsult, 20 navios de soja brasileira. 

Leia mais:

>> China já comprou 20 navios de soja do Brasil somente nesta semana

MILHO

Já as vendas de milho da semana encerrada em 8 de agosto totalizaram 56,1 mil toneladas da safra 2018/19, enquanto as expectativas variavam entre 200 mil e 700 mil toneladas. Embora baixas, as vendas apresentam um aumento de 32% em relação à semana anterior, porém, uma baixa de 56% em relação à média das últimas quatro semanas. O maior comprador foi o Japão. 

Em toda a temporada, os EUA já venderam 49.984,0 milhões de toneladas, contra mais de 60 milhões do ano anterior, nesse mesmo período. A estimativa total do USDA para o ano comercial é de que as vendas do cereal somem 53,34 milhões de toneladas. 

Da safra nova, as vendas norte-americanas somaram 307,6 mil toneladas, com a maior parte adquirida pelo México. 

TRIGO

O USDA informou ainda que as vendas semanais de trigo da safra 2019/20 foram de 462 mil toneladas, dentro do intervalo esperado pelo mercado de 200 mil a 700 mil toneladas. A maior parte será destinada ao Japão. 

Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário