Clima seco pode comprometer safra de soja em Ponta Porã-MS. Produtores de Darcinópolis-TO têm janela curta para o plantio

Publicado em 07/10/2016 14:05 e atualizado em 10/10/2016 17:40
2962 exibições
Entenda como as informações do Cropview podem ajudar a otimizar a produtividade na sua lavoura ao indicar o melhor momento de plantio da safra

Simulações feitas pelo aplicativo Crop View permitem calcular o melhor momento para realizar o plantio [através de levantamentos históricos e previsões climáticas]. O levantamento feito para o Notícias Agrícolas apontou que os produtores de Darcinopolis (TO) e Ponta Porã (MS), podem ter suas produtividades prejudicadas no final do ciclo da soja por condições de excesso de chuvas e veranico, respectivamente.

As informações de clima no sistema são atualizadas diariamente pela base de dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), sendo possível acompanhar "como a planta reage em cada fase de desenvolvimento a possíveis déficit ou excedentes hídricos", diz o engenheiro agrônomo da Rural Tecnologia, Paulo Murray.

No município de Darcinopolis (TO), o sistema indica que os produtores teriam uma janela favorável ao plantio entre os dias 21/out a 10 de novembro.

A simulação realização com ciclo de 100 dias, considerando um solo argiloso, apontou que neste período a produtividade pode alcançar de 81% a 84%. "Posteriormente a esse período, a situação de rendimento estaria mais penalizada, porém ainda mais favorável de quem realizou o plantio no inicio deste mês", explica Murray.

O sistema também indica que a produção, no município, seria penalizada pelo excesso de chuvas no período da colheita. Estão previstos volumes entre 90 a 105 mm de 07 a 27 de janeiro do próximo ano.

O modelo possui alertas de colheita que começam a ser liberados de 15 a 20 dias antes do melhor momento para realização dos trabalhos de campo, assim os produtores conseguem se programar para a janela ideal de colheita. Além disso, é possível receber notificações de geadas, e condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento de doenças.

Já em Ponta Porã, no sul do Mato Grosso do Sul, as condições de desenvolvimento das plantas parece não ser tão favoráveis em relação há anos anteriores. A simulação do Crop View pontua que o melhor momento de plantio foi no primeiro decêndio de setembro [onde os produtores estavam impedidos de realizar trabalhos de campo, por conta do vazio sanitário].

Em um segundo momento favorável para o plantio - na segunda quinzena de setembro -, os agricultores que fizeram a opção de semear nesse período terão, até o momento, uma condição de déficit hídrico no final do ciclo, que totalizaria uma produtividade de 78%. Os levantamentos consideram ciclos de 110 dias, cultivados em solos argilosos.

De acordo com Murray "de modo geral, os produtores de Ponta Porã terão um ano difícil em relação a condições climáticas". Ao contrário do município do norte do país, em Ponta Porã a preocupação é com a possibilidade de veranico em janeiro, penalizando a produtividade.

Por Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário