Governo do Paraná reconhece perdas severas da safra de soja no estado

Publicado em 02/01/2019 15:15 e atualizado em 02/01/2019 16:51
5027 exibições
Norberto Ortigara, Secretário de Agricultura de Ratinho Jr. quer enxugar gastos e rejuvenescer pesquisas no estado
Norberto Ortigara - Secretário da Agricultura e Abastecimento do PR

Podcast

Entrevista com Norberto Ortigara sobre os Desafios para o agronegócio no Paraná

Download

LOGO nalogo

O governo do estado do Paraná reconhece as perdas de produtividade nas lavouras de soja que podem chegar a 30% em função das adversidades climáticas. No entanto, ainda não tem uma avaliação de campo que possa determinar qual nível de prejuízos nas áreas cultivadas com a cultura.  

De acordo com o Secretário da Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, ainda não tem uma avaliação de campo que comprove as perdas. “A gente tem notícias de diversas fontes que dão o nível de prejuízo bastante considerável, mas como eu estou nesta área desde 1978 sempre peço prudência nessas avaliações”, comenta.

Durante o mês de dezembro as temperaturas de solo atingiram 55 graus, na qual provocou baixo crescimento das plantas e enchimento de grãos deficientes. “No curto prazo, lamentavelmente, não tem nada a ser feito para minimizar esses prejuízos. O foco do produto dever ser na segunda safra, que se o clima ajuda tente a ser boa”, afirma.

Em relação ao seguro agrícola, o secretário destaca que os estados que poderiam ajudar de alguma forma tem muitas restrições. “O Brasil um dia vai acordar e fazer seguro de renda, preços das culturas e as vendas futuras como a América já faz há muitas décadas”, pontua.

Entre as proposta de campanha do Governador eleito do estado, Ratinho Jr, seria reduzir o número de secretarias para diminuir as despesas. “Eu participei ativamente da campanha como coordenador, sendo que essa proposta foi vitoriosa de 28 secretárias de estado diminuímos para 15 para criar um ambiente mais favorável de mudança”, ressalta.

Entre uma das propostas do atual secretário é levar a tecnologia para as áreas de pobreza rural e tornar a produção desses agricultores mais eficientes. "É preciso modernizar e implementar a internet nos equipamentos para que os agricultores utilizem a agricultura de precisão. Nós queremos fazer e temos clareza quanto a isso”, completa.

Vamos preparar o Paraná para o futuro, afirma o governador Ratinho Junior

Em seu primeiro discurso como governador, na Assembleia Legislativa, Carlos Massa Ratinho Junior reafirmou o compromisso de preparar o Paraná para o futuro. Ele definiu como objetivo de gestão transformar o Paraná no Estado mais moderno do País e referência nacional em gestão pública. Ratinho Junior assumiu o Governo do Estado nesta terça-feira (01/01).

A base para isso, explicou, será o planejamento, a definição de metas, a inovação, eficiência da gestão, valorização e capacitação de servidores e o respeito ao dinheiro público. “Não viveremos mais o estado do improviso, vamos planejar o nosso futuro. Nós sabemos onde queremos chegar e o único caminho possível é a eficiência”, afirmou.

Eficiência, modernidade, inovação foram as palavras mais utilizadas pelo novo governador, que confirmou que vai atender o desejo de mudança manifestado nas urnas.

Leia a notícia na íntegra no site do Jornal do Oeste

Por: João Batista Olivi e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

4 comentários

  • Tumoru Sera Londrina - PR

    As mudança microclimaticas resultam na quebra do ciclo da água (e vem ocorrendo de forma grave, como mostram as quedas de granizo, raios, vendavais, mini-tornado, secas, escaldadura de sol, erosão, inundação, ...) levando ao aquecimento, novas pragas, novas doenças, etc.., há necessidade de mudança rápida na pesquisa de novos cultivares regionais/estaduais,... as mudanças exigirão reforço na pesquisa estadual... Há alguma entidade de pesquisa agrícola nacional que vai se ocupar especificamente do problema microclimatico estadual??.. e ainda mais: das regiões do estado e dos pequenos e micros, maioritários no PR ?

    11
  • Tumoru Sera Londrina - PR

    Manter a marca IAPAR é muito importante para não andar para trás. Os recursos de parcerias, de bolsas, projetos, ... trazem muitos recursos financeiros e humanos e, principalmente abrem muitas portas internacionais, como Cirad/França, NIAS/Japan (National Institute of Agrobiological Sciences, o qual forneceu gene de resistência à cancro cítrico, Xillella e greening), Catie, JiRCA(Japan Intern.Research Coop.Agency), Gtz/Alemanha...

    1
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      Em Palotina temos uma Estação de Experimentos do IAPAR que já foi referência, mas infelizmente ao longo dos anos governadores --sem saber e sem interesse em saber da real importância desta Instituição para os produtores e para o agronegócio do Estado -- , praticamente o largaram às moscas..., um absurdo, pois seus pesquisadores sempre se preocuparam com novas genéticas e principalmente com o pequeno e médio produtor, levando conhecimento e alternativas para as diversas atividades do Agronegócio. Exemplo as experiências com o uso dos dejetos de suínos como adubo ( um problema é que poderia atrapalhar a venda de agroquímicos para adubação.) Aí o lobby das multi são muito maiores.. . Então como ocorre nas administrações públicas , vamos fechando a torneira de investimentos pois desta instituição não saí dinheiro para as campanhas políticas. O mesmo está ocorrendo com a Emater, entidade importante para o pequeno e médio produtor. Acontece que também não oferece dinheiro para políticos, então fechem as torneiras . Espero que o governador Ratinho e o secretário de agricultura Norberto Ortigara (a quem tenho o maior respeito ) saibam avaliar a importância destas instituições IAPAR E EMATER, e dêem a importância devida...

      2
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro Edmilson...com relação à pesquisa eu discordo de você...deveria estar centrada toda na Embrapa, onde o plano de trabalho dela deveria ser de acordo com necessidades regionais...manteria sim a EMATER pois a assistência técnica aos produtores com menos condições e um dever do estado...única coisa que a EMATER deveria fazer é melhorar a qualidade do seu serviço.. Lembro que em SC a EMATER foi meu primeiro emprego..

      0
  • Claudemir Rodrigues Londrina - PR

    DR. NORBERTO, O IAPAR É CONHECIDO MUNDIALMENTE, PAÍSES JÁ INVESTIRAM EM PESQUISAS DA INSTITUIÇÃO, A MARCA "IAPAR" SERÁ MANTIDA?

    1
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      O que precisa é investimentos e respeitos às duas entidades, a IAPAR e EMATER ... Estas possuem conhecimento para atender e auxiliar aos médios e pequenos Produtores em um estado que possui a maior diversificação agrícola e de produção de proteínas animal. Elimina-se outras despesas da máquina pública e que o dinheiro seja investido no IAPAR e EMATER .

      0
    • CLAUDEMIR RODRIGUESLONDRINA - PR

      CONCORDO PLENAMENTE, PORÉM SUA RESPOSTA NÃO RESPONDE A MINHA PERGUNTA.

      0
  • Anderson Pasquali São Miguel do Iguaçu - PR

    Até que enfim estão começando a admitir...
    Ótimo isso.

    0
    • CARLOS WILLIAM NASCIMENTOCAMPO MOURÃO - PR

      Quando é para anunciar supersafra eles o fazem mesmo antes de plantar, mas quando a desgraça atinge o colono, pedem prudência? Onde estão os fiscais da Adapar para dizer o tamanho das perdas? quando é para encher o saco e ficar fiscalizando se o agricultor planta soja depois de 1º de janeiro, ou se tem um risquinho de erosão, aí então tem um monte de fiscal. Esse tal de Norberto trabalha contra o agricultor. Um levantamento sério poderia quantificar as perdas, que são enormes, e quem sabe poderia melhorar o preço da soja. Se depender deste tipo de político, agricultor nunca vai ter renda, pois só anunciam supersafra. Vergonha.

      0
    • CESAR SANDRIMINEIROS - GO

      Vamos ver até onde vai o apoio dos agricultores a esse governo que veio pra acabar com o agricultor brasileiro..

      17
    • RICARDO MENARIMCASTRO - PR

      Também concordo que o Ortigara foi uma escolha infeliz para a Secretaria de Agricultura.

      1
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      Sr. César , o sr. chegou ontem ao Brasil??, não acompanhou o Período Eleitoral , nunca ouviu uma entrevista do Novo Presidente?.

      0
    • CARLOS WILLIAM NASCIMENTOCAMPO MOURÃO - PR

      Se alguém souber uma medida que este Norberto fez para ajudar o produtor rural, por favor me diga.

      0
    • ANDERSON PASQUALISãO MIGUEL DO IGUAçU - PR

      Carlos, qto ao Norberto tenho lá minhas duvidas tbem, assim como o governador... Mas o q vc falou dos fiscais vc está totalmente certo. Agora o comentário Cesar Sandri é típico de petista....

      0
    • CESAR SCHMITTLONDRINA - PR

      Não conheço o Sr. Norberto Ortigara como pessoa ou profissional. Mas digo que essa é uma medida acertada que, com certeza, irá ajudar a agricultura paranaense: A nomeação de Rubens Ernesto Niederheitmann para diretor geral da SEAB é excelente. Pessoa competente, ex presidente da EMATER-pr e meu colega de universidade na UFPR.

      0