Lançada plataforma digital que acompanha performance de cultivares de soja, milho e algodão

Publicado em 18/10/2019 14:52 e atualizado em 21/10/2019 15:47
4472 exibições
Ferramenta gratuita está disponível no site meuplantup.com
Odilio Balbinotti Filho - Presidente do Grupo Atto

 

 

Podcast

Plataforma digital de acompanhando de performance para cultivares

Download

 

 

LOGO nalogo

Foi lançada nacionalmente nesta sexta-feira (18 de outubro/2019) a plataforma digital colaborativa PlantUp, que acompanha a performance de cultivares de soja, milho e algodão. O lançamento foi feito no site Notícias Agrícolas, em uma entrevista realizada por João Batista Olivi com Odilio Balbinotti Filho, presidente do Grupo Atto, empresa que desenvolveu o sistema.

Odilio disse que, por ser um sistema colaborativo, os próprios produtores decidem incluir seus dados, de maneira anônima, que vão servir de parâmetro para as comparações regionais de produtividade. 

“Estamos em uma era de mudança muito rápidas e quem não entrar no sistema digital e se adaptar a um novo tipo de relacionamento profissional, corre o risco de se perder na competitividade e atualização tecnologica em relação aos demais produtores que já utilizam plataformas digitais”, diz Balbinotti. 

Inicialmente destinada aos produtores brasileiros de soja e milho, a plataforma deve ser expandida para outras culturas como trigo e feijão, além de chegar em outros países vizinhos como Paraguai e Uruguai em breve. Veja abaixo o comunicado da empresa Atto, explicando o funcionamento da  PlntUP

Plataforma colaborativa para compartilhamento de informações agrícolas é lançada no Brasil 

PlantUP é gratuita e auxilia o produtor rural a melhorar seu desempenho no campo sem aumento de custos 

meu plantup

Todos os anos são lançadas no mercado brasileiro mais de 150 cultivares de soja e 350 de milho. Isso torna a escolha da melhor cultivar, por parte do agricultor, uma experiência difícil e com baixo índice de acerto, ótimas  cultivares são jogadas fora ou utilizadas de forma inadequada, porque a escolha e posicionamento ainda são feitas de forma analógica. 

Por isso, o Grupo Atto lançou a PlantUP, plataforma digital colaborativa de compartilhamento de informações agrícolas para auxiliar o agricultor nas tomadas de decisão e aumentar sua competitividade. Atualmente, a ferramenta conta com mais de 5,5 milhões de hectares de soja cadastrados e agora dá início ao cadastramento de milho e algodão. 

Pelo meuplantup.com o usuário pode acessar informações consolidadas da sua propriedade e da região e conhecer indicadores de desempenho e comparativos de produtividade. Assim, pode tomar decisões para a safra seguinte, como escolha da melhor cultivar, população ideal por época de plantio e textura de solo, auxiliando-o a extrair o máximo de produtividade de cada cultivar.   

O Presidente do Grupo ATTO, Odilio Balbinotti Filho, explica que a tecnologia demonstra de forma simples e prática para o produtor a performance das cultivares a campo, talhão a talhão, o que possibilita identificar o real desempenho nas regiões com o mesmo cenário e desafios que a dele.    

“Com PlantUP, é possível o agricultor observar as variedades mais produtivas, conseguindo fazer a melhor seleção das cultivares para sua propriedade. Além disso, na plataforma ele pode visualizar sua posição no ranking de produtividade da sua região, e com isso poderá avaliar criticamente seu desempenho e até modificar seu manejo”, explica Odilio. 

Os dados são baseados em áreas localizadas entre quatro e cinco municípios ao redor da sua propriedade. A plataforma disponibiliza diversos filtros para cruzamento de informações tais como: textura de solo, data de plantio, população, irrigação, dessecação entre outras.   

meu plantup

Respeito ao sigilo 

Odilio afirma que a plataforma garante o sigilo do produtor na divulgação dos dados. “Por mais que o usuário tenha informações de determinada região, ele jamais saberá se elas pertencem ao produtor A, B ou C. Conhecerá apenas como aquela área se porta de modo geral”, explica. 

A plataforma PlantUP foi desenvolvida para áreas agrícolas de todos os tamanhos e níveis de tecnologia. No site, o usuário pode assistir a um tutorial que explica em detalhes como se cadastrar e os passos para visão dos resultados. Caso necessite de ajuda, um menu com chat está disponível para tirar dúvidas. 

meu plantup

Sobre o Grupo Atto 

Com sede em Rondonópolis (MT), o Grupo Atto é a holding proprietária da Atto Sementes - antiga Sementes Adriana, líder na produção de sementes de soja no Brasil com 40 anos de história na agricultura nacional. O fundador do grupo, Odílio Balbinotti, chegou a Mato Grosso em 1980 e, mesmo com os desafios da época, conseguiu produzir sementes de qualidade para uma então nova fronteira agrícola, no município de Alto Garças. Desde 2003 a empresa é presidida por Odilio Balbinotti Filho e, além da semente de soja, passou a produzir sementes de milheto, crotalária, azevém e brachiaria, que plantam mais de 1,5 milhão de hectares no Brasil e mais 8 países. Em agosto de 2019, o Grupo lançou a plataforma PlantUP que vem contribuir com a tomada de decisão do agricultor, alinhada com o propósito de elevar sua competitividade sem o aumento de custos.

Por: João Batista Olivi
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Vanderlei Masetto

    Todos os políticos deviam exercer 1 mandato a cada 8 anos

    1
  • João Cirino Gomes Campinas - SP

    Só quem não acompanha política, ou não presta atenção em nada, não sabe que todas as passeatas foram manipuladas e usadas como palanque eleitoral.

    É muito fácil notar que a CPI, os impeachment e a lava jato, não passaram de espetáculos teatrais, e só serviram para dar mais despesas, serviram para uns fazerem média, e para outros ganharem votos!

    Quer provas?

    SOMENTE OS EMPRESÁRIOS METIDOS EM FALCATRUAS FIZERAM DELAÇÃO PREMIADA E DEVOLVERAM PARTE DOS VALORES ROUBADOS, MAS NENHUM POLÍTICO, OU SEUS FAMILIARES DEVOLVERAM UM CENTAVO DOS VALORES QUE ROUBARAM.

    E MUITOS DESTES LADRÕES NEM PROCESSADOS FORAM.

    O BRASIL QUE É O PAÍS MAIS RICO DO PLANTE TERRA, TEM MAIS DE TRÊS DÉCADAS DE FALCATRUAS, CORRUPÇÕES, DESVIOS, SUPERFATURAMENTO, APROPRIAÇÃO INDÉBITAS E ENRIQUECIMENTOS ILÍCITOS.

    POR ESTA RAZÃO CONTINUA FALINDO E O POVO CONTINUA DESEMPREGADO. PASSANDO PELAS MAIS DIVERSIFICADAS NECESSIDADES E PAGANDO A MAIOR TAXA TRIBUTARIA DO PLANETA PARA BANCAR AS MORDOMIAS E AS RAPINAGENS DESTES POLÍTICOS USURPADORES "AUTORIDADES PICARETAS" E SEUS FAMILIARES.

    SE ALGUÉM CONHECER UM POLÍTICO, OU QUALQUER UM DE SEUS FAMILIARES QUE TENHA DEVOLVIDO UM CENTAVO DOS VALORES ROUBADOS, POR GENTILEZA ME INFORME!

    E AS VERBAS ARRECADAS NA LAVA JATO, EM NADA ESTA BENEFICIANDO A POPULAÇÃO, POIS OS POLÍTICOS CONTINUAM DIZENDO, QUE FALTA VERBAS PARA EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA E MORADIA, QUE SÃO AS NECESSIDADES BÁSICAS EM UMA SOCIEDADE.

    E PARA QUEM NÃO SABE; FOI O PRÓPRIO SERGIO MORO, QUE FALA EM PACOTE CONTRA A CORRUPÇÃO, QUEM CRIOU A MEDIDA HUMANITÁRIA, PARA CONCEDER O BENEFICIO DE PRISÃO DOMICILIAR, AO LULA QUE CONTINUA TRILIONÁRIO, AOS DEMAIS POLÍTICOS CORRUPTOS, E AOS SEUS FAMILIARES LADRÕES E FANTASMAS.

    E O SERGIO MORO FOI DENUNCIADO, POR ESTAR USANDO AS VERBAS ARRECADAS NA LAVA JATO EM CAIXA DOIS, MAS PARA SE JUSTIFICAR; DISSE ALTO, CLARO E EM BOM SOM, PARA O MUNDO TODO OUVIR, QUE CAIXA DOIS NÃO É CRIME

    PARA GANHAR VOTOS E SE ELEGER, BOLSONARO DIZIA, QUE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA SERIA UMA COVARDIA CONTRA OS TRABALHADORES.

    E DIZIA, QUE SÓ COM AS VERBAS DO NIÓBIO E DO GRAFENO, O BRASIL SERIA UMA POTÊNCIA, MAS DEPOIS DE ELEITO PARECE QUE SE ESQUECEU DESTE DETALHE E DE SUAS PROMESSAS.

    POIS ESTA USANDO VERBAS PÚBLICAS E PAGANDO POLÍTICOS USURPADORES E CORRUPTOS DA SUA MESMA LAIA, PARA VOTAREM A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

    E NÃO EXPLICA, PARA ONDE ESTÃO INDO AS VERBAS DAS PRIVATIZAÇÕES, DO NIÓBIO E DO GRAFENO.

    E o Brasil que é o país mais rico do planeta terra, continua falindo e os trabalhadores continuam sendo escravizados.

    Mas os simplórios, ao invés de defender seus direitos, a Pátria e o futuro de seus descendentes, continuam se digladiando e se ofendendo, para defender os algozes da Nação!

    Enquanto isso, os políticos e seus familiares que nada produzem, continuam se fingindo de adversários, roubando de conluio, impunes, se enriquecendo a cada dia mais, e se acobertando entre eles!

    É GOLL..... BRASIL ZIL, ZIL, ZIL....

    15