Etanol consome 2 mi/t de milho no MT na safrinha e expansão esperada não deve alterar muito dinâmica dos preços do grão

Publicado em 30/08/2018 12:37 934 exibições
Paulo Ozaki - Gerente de Projetos do IMEA
Tem muito milho, muita área disponível, mas produtores contam com novas usinas (hoje são 4, sendo uma full), com 2/3 projetos em estudo e um praticamente pronto. Milho ficando no estado tira o peso do custo do transporte, componente importante na composição dos preços. Vai depender também do consumo de etanol, já que o estado é 'exportador'.

Podcast

Entrevista com Paulo Ozaki - Gerente de Projetos do IMEA sobre o Milho para Etanol

Download

 

Por:
Giovanni Lorenzon
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário