Milho mais barato para etanol, sobretudo para entrega de jul/set, dará mais margem à usina, mas sem garantia de preço menor

Publicado em 03/05/2019 16:37 e atualizado em 03/05/2019 17:15
827 exibições
Depende de cada usina/destilaria mexer nas suas margens de acordo com a realidade das aquisições que estão sendo feitas antecipadas do milho safrinha que começa a bambear os preços. Mercado spot para compra de matéria-prima é pequeno. Produção deverá saltar para 1,4 bi/l este ano e para 2,5 bi/l em 2020. Salto programado com vários novos projetos para este e o próximo ano.
Ricardo Tomczyk - Presidente da Unem

Podcast

Entrevista com Ricardo Tomczyk - Presidente da Unem sobre a Safrinha e o Etanol de Milho

Download

 

Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário