Semana começa com forte pressão sobre os preços na arroba do boi. Em São Paulo, frigoríficos oferecem R$144,00/@, mas negócios travam

Publicado em 15/06/2015 12:01
Semana começa com forte pressão sobre os preços na arroba do boi. Em São Paulo, frigoríficos oferecem R$144,00/@, mas negócios travam nesses patamares

A arroba do boi gordo iniciou a semana pressionada pelos frigoríficos. Algumas indústrias em São Paulo ofertam a R$ 144,00/@ à vista na tentativa de recuperação das margens com a venda de carnes em baixa e as escalas alongadas.

Mesmo com a pressão sobre os preços da arroba, a referência em São Paulo se mantém em R$ 147,00/@. Segundo Alex Santos Lopes, consultor da Scot Consultoria, tradicionalmente as segundas-feiras os negócios acontecem em menor ritmo, "então os frigoríficos usam esse dia para pressionar o mercado".

A tentativa de baixar a referência é reflexo das vendas de carne no final de semana, que ficaram abaixo do esperado. "Considerando que 80% do custo de um frigorífico é a compra de boiada, quanto mais eles conseguirem reduzir esse custo, melhor será para eles trabalharem com resultado financeiro", declara Lopes.

No entanto, para eles, a oferta restrita será o grande limitador de pressões significativas na arroba, mesmo com a entrada de animais de cocho no mercado. As vendas de carne pioraram nos últimos dias e a movimentação do mercado indica que as recentes altas no preço da carne com osso não deverão se sustentar ao longo da semana.

De acordo com o levantamento da Scot Consultoria, houve queda da referência para o macho terminado em 14, das 31 praças pesquisadas.

“O que podemos alerta para os pecuaristas é que eles não sedam a pressão dos frigoríficos porque temos um cenário de pouca oferta e há a possibilidade de negociar preços melhores para a arroba”, conclui Lopes.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário