Fechamento de unidades frigoríficas garante ajuste de demanda diante da pequena oferta de animais. Cenário justifica pressão sobre a arroba

Publicado em 19/06/2015 12:09
Fechamento de unidades frigoríficas garante ajuste de demanda diante da pequena oferta de animais. Novo cenário justifica pressão negativa sobre a arroba do boi

Com o aperto na oferta, arroba mais cara, além de demanda enfraquecida, diversos frigoríficos têm fechado plantas ou interrompido atividades. Com isso, o fechamento de unidades frigoríficas está garantido um ajuste de demanda diante da pequena oferta de animais e, esse novo cenário justifica a pressão negativa sobre a arroba do boi.

Segundo Caio Junqueira, da Cross Investimentos, a princípio essas paralisações são pontuais, refletindo as condições da economia nacional.  No entanto, "estamos vivendo um consumo interno fraco, que provavelmente ao longo do ano irá piorar, então todas as indústrias falam que ainda é um ajuste momentâneo, mas na verdade nem eles sabem quanto tempo vai durar o ajuste".

Com a demanda fraca, os negócios abaixo da referência começam a se efetivar, ao contrário do que acontecia no começo desta semana. Em São Paulo as negociações acontecem no intervalo de R$ 145,00 a R$ 147,00 a arroba.

Além disso, Junqueira afirma que o mercado já percebe ofertas de boi de pasto e de confinamento, com isso "nós vemos grandes indústrias com escalas programadas para julho, com praticamente 15 dias feito, então a oferta para esse mês provavelmente está maior do que agora".

Diante disso, a expectativa é que o mercado continue pressionado nos próximos 40 dias, haja vista que grandes players poderão estar de fora do mercado à vista. Segundo ele, o momento é de apostar em mercadorias diferenciadas para garantir melhores comercializações.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário