Preços da carne continuam firmes e devem permanecer assim pela 4ª semana seguida, resultado de um ajuste na demanda dos frigoríficos

Publicado em 06/07/2015 12:21
Preços da carne continuam firmes e devem permanecer assim pela 4ª semana seguida, resultado de um ajuste na demanda, com fechamento de plantas frigoríficas

O mercado do boi inicia mais uma semana pressionado pelos frigoríficos que adaptaram seus abates a demanda menor. Esse ajuste da oferta também influencia os preços da carne, que seguem firmes pela quarta semana consecutiva.

Segundo Maísa Módulo Vicentim, a firmeza no atacado é reflexo do movimento que os frigoríficos realizam para recomposição das margens, haja vista que por um bom período as altas da arroba do boi gordo não foram repassadas nos preços da carne. Por isso, Módulo alerta que é precipitado afirmar que os novos patamares da carne podem dar sustentação a alta na arroba.

"Hoje o quilo do boi casado de animais castrados está cotado a R$ 9,40/kg. Semana passada estava R$ 9,30, ou seja, subiu 10 centavos por quilo e o mercado vem de um cenário abaixo dos R$ 9/kg com dificuldade de sustentação dos preços, principalmente pelo consumo em baixa, mesmo com a oferta reduzida de animais", explica Módulo.

Em São Paulo existem ofertas de animais em valores até de R$ 4,50 abaixo da referência, que cedeu e atualmente trabalha em torno de R$145,00/@, à vista. Contudo, a analista afirma que poucos negócios acontecem nesses patamares, pois a oferta de boiada segue ajustada.

Além disso, a segunda-feira é um dia típico de poucos negócios e a indústria se apropria dessa conjuntura para testas preços e especular o cenário do mercado para o decorrer semana.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário