Boi: Preços da arroba têm pouca oscilação com oferta ajustada e demanda travada

Publicado em 07/10/2016 12:47 e atualizado em 07/10/2016 14:46
540 exibições
Sem incremento esperado da demanda por carnes, mas com cenário ainda apertado para a oferta de animais, preços da arroba tem pouca oscilação

O mercado do boi gordo encerra esta semana com cenário de preços menos firme em relação a sete dias atrás.

A reação da demanda tradicional de início de mês não ocorreu como era esperado pelo setor, enfraquecendo o movimento de alta nos preços da arroba. "Ainda assim, não tem impedido valorizações pontuais devido à situação de disponibilidade de boiadas em algumas regiões", explica o analista, Hyberville Neto, da Scot Consultoria.

O levantamento de preço da Consultoria apontou valorizações nesta sexta-feira (7) nas praças do Rio de Janeiro, sul do Tocantins e norte de Minas Gerais. "Em São Paulo houve manutenção das cotações entre R$ 150 a R$ 152 a vista", diz Neto.

No mercado atacadista, o preço do boi casado de animais castrados registrou recuo de 1,7% nesta semana. Contudo, a margem de comercialização da indústria continua em patamar próximo à média histórica.

As escalas de abate, no mercado paulista, atendem em média 5 dias úteis, mas há frigoríficos com programações compostas através de boiadas a termo e de parceria, que chegam a preencher 11 dias.

"Essa amplitude entre as escalas das indústrias que permite diferentes níveis de negócios. Os frigoríficos que estão mais 'confortáveis' ofertam menos, mas quando precisam ir ao mercado encontram dificuldade nas compras e aumentar o valor de negociação", destaca o analista.

Para a próxima semana, Neto lembra que o feriado do dia 12 reduzirá os dias de compra dos frigoríficos, podendo ser um fator positivo para o enxugamento dos estoques de carne, além de um motivador para o consumo da proteína.

Nos próximos meses a expectativa é de manutenção nos preços firmes, embora tradicionalmente os maiores volumes da oferta de animais confinados no segundo giro saiam em outubro. Neste ano, o baixo resultado da atividade [devido ao alto custo de alimentação e reposição] reduziu a intenção do confinamento e a tendência é que a baixa disponibilidade de animais terminados persista.

Segundo Neto, "em algumas regiões especificas a entrada de boi confinado poderá causar certa pressão sobre a arroba, mas de modo geral acreditamos em mercado firme."

No último trimestre do ano, a expectativa de melhora da demanda em consequência dos pagamentos de décimo terceiro salário e datas comemorativas, também deve ser um fator positivo para a composição de preços da arroba.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário