Oferta e demanda ajustadas não devem interferir em mudanças nas cotações do boi até o final do ano

Publicado em 08/12/2016 12:14
258 exibições
Em São Paulo, negócios com a arroba giram em torno dos R$150,00
Confira a entrevista de Marcelo Costa - Socopa Corretora

Sem grandes avanços da demanda nas últimas semanas do ano, o mercado do boi gordo segue estável. Em São Paulo a média dos negócios praticados está em R$ 150/@.

Nem mesmo a baixa disponibilidade de animais tem sido capaz de promover elevações significativas nas cotações. "Quando o mercado diminui a oferta, os frigoríficos acabam buscando boiadas em outros estados, ou reduzindo abates, por isso, o longo período de estabilidade", explica o analista da Socopa Corretora, Marcelo Costa.

Há três semanas para finalizar 2016, Costa afirma que a demanda não deve trazer grandes novidades. Portanto, a tendência é de que o mercado continue operando flat nos próximos dias.

2017

Embora a expectativa seja de aumento da oferta nos primeiros meses de 2017, "os pecuaristas, por outro lado, conseguem realizar vendas compassadas por se tratar de boiadas a pasto", destaca Costa.

Outro fator positivo para o primeiro semestre do ano que vem é a retomada na valorização do dólar. Segundo Costa, neste patamar de R$ 3,40, praticado atualmente, deve favorecer os contratos de exportação, dando maior vazão à produção no mercado interno, que ainda deverá sofrer reflexos da crise econômica.

Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário