Escalas de frigoríficos encurtam e necessidade imediata de matéria prima pode promover ajustes pontuais na @ nos próximos dias

Publicado em 03/01/2017 14:54 e atualizado em 03/01/2017 15:42
338 exibições
Frigoríficos em SP tentam preencher escalas da sexta-feira e não encontram vendedores
Confira a entrevista de Douglas Coelho - Analista Radar Investimentos - São Paulo-SP

Podcast

Escalas de frigoríficos encurtam e a necessidade imediata de matéria prima pode provocar ajustes pontuais na arroba nos próximos dias

Download

 

Com a semana começando efetivamente nos negócios para o mercado do boi, que ainda seguem um pouco lentos, as escalas dos frigoríficos devem se encurtar e a necessidade imediata de matéria-prima deve provocar alguns ajustes pontuais na arroba nos próximos dias.

De acordo com Douglas Carvalho, analista da Radar Investimentos, ainda é difícil travar uma tendência para o momento, mas é possíel que algumas ofertas acima do intervalo de R$148/@ a R$151/@ sejam efetuados para recompor essa matéria-prima.

A oferta de animais confinados diminuiu em dezembro. Tradicionalmente, as duas últimas semanas do mês são mais fracas, o que fez com que as indústrias reduzissem o ritmo de compras. Isso gera um cenário bem homogêneo para o mercado, segundo o analista.

Nos três primeiros meses do ano, o pecuarista poderá decidir se irá vender os seus animais. Os preços no atacado subiram bem em dezembro, com vendas de fim de ano mais positivas e frigoríficos com boas margens - embora os cortes de dianteiro e roda tenham tido um certo recuo.

Ele aconselha os pecuaristas a ficarem atentos nas oportunidades dos próximos dias. O ano de 2017 também indica uma virada no ciclo pecuário, quando haverá mais oferta, resultado de abates reduzidos nos últimos anos.

A relação de troca também tem certa melhora neste momento, com a venda do boi gordo e a recomposição do rebanho com mais bezerros, cujo preço está recuando.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário