Ligeiro aumento de oferta, demanda enfraquecida e perda de competitividade para demais proteínas pressionam cotações da arroba

Publicado em 17/01/2017 12:11
801 exibições
Preços da arroba voltam a ficar mais pressionados em São Paulo e mais próximos de R$ 148,00
Confira a entrevista de Caio Toledo Godoy - FCStone

O cenário baixista no mercado do boi gordo se intensificou nesta terça-feira (17). Embora a média dos negócios permaneça estável em São Paulo, há gradativamente o aumento de compras realizado abaixo da referência.

Entre os principais fatores de baixa está o ligeiro crescimento na oferta de boiadas terminadas. "Vemos a disponibilidade começando aumentar em função dos animais de safra e do retorno dos pecuaristas aos negócios", explica o analista da FCStone, Caio Toledo Godoy.

Embora os volumes ainda não sejam expressivos, diante da demanda interna fragilizada, qualquer incremento na oferta impacta nos preços.

O analista lembra que tradicionalmente o consumo é mais fraco nos primeiros meses do ano em função do endividamento das famílias e dos impostos que são cobrados no período. Além disso, a entrada da segunda quinzena de cada mês também marca uma etapa de fraqueza do atacado e varejo.

"Um segundo fator no quesito demanda é a competitividade de preço frente a outras proteínas como frango e suíno", lembra Godoy.

Diante dessa conjuntura a estratégia dos frigoríficos tem sido abater menos para garantir as margens de comercialização. Atualmente o boi casado está cotado entre R$ 9,30 a R$ 9,50/kg.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário