Mesmo com ração produzida em sistema de integração, boi comercial está dando até R$ 13 de prejuízo em Canarana (MT)

Publicado em 20/08/2018 16:41 e atualizado em 20/08/2018 17:31
1869 exibições
Eficiência com tecnologia também traz “eficiência de custos” que o mercado não remunera na pecuária. Além disso, produtor tem mais de R$ 5/@ de taxas no MT. E com cotação baixa da @, preço da reposição está alto, contrariando leis de mercado.
Marcos da Rosa - Produtor Rural

Podcast

Entrevista com Marcos da Rosa - Produtor Rural sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

Apesar do sistema de integração lavoura e pecuária, o boi comercial está dando um prejuízo de R$ 13,00 por arroba para os pecuaristas na região de Canarana/MT.

Segundo o produtor rural, Marcos da Rosa, os pecuaristas pagam mais de R$ 5,00 por arroba em impostos e taxas. “No nosso estado, nós temos uma contribuição a mais que o restante do Brasil, que é o tal do Fetab, sendo que o último governo criou um segundo Fetab”, comenta.

Assim como em outras regiões, os frigoríficos estão formando lotes com grandes confinadores e acaba deixando as escalas de abates confortáveis. “Nós somos um país que é o terceiro maior exportador de carne e qualquer melhora de qualidade, tanto na produção agrícola como da pecuária, tem que ser exportado”, diz.

Os investimentos em tecnologia trazem mais eficiência e qualidade para a produção pecuária. Porém, os custos com esses equipamentos também tem custos.

Em relação à reposição, o produtor destaca que as referências para a reposição estão muito altas e a cotação da arroba está muito baixa. “Eu não consigo entender esse mercado, deveria a procurar estar pequena em função da falta do preço futuro da arroba”, afirma.

Por: Giovanni Lorenzon e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário