Folga nos abates do Norte do MT tende a crescer com produtor tirando animais pesados dos pastos; reposição a até R$ 7,50/kg

Publicado em 30/01/2019 13:28 e atualizado em 30/01/2019 16:45
1517 exibições
Frigoríficos com escalas de 10/15 dias, Além da procura por bezerros, fêmeas estão bem demandadas. Para abate, vaca a R$ 126/128 e boi R$ 132/134. Logo mais produtores começam girar mais plantel se preparando para o fim das águas.
Carlos Eduardo Dias - Pecuarista

Podcast

Entrevista com Carlos Eduardo Dias - Pecuarista sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

No estado do Mato Grosso, os frigoríficos estão com folgas nas escalas de 10 a 15 dias e a tendência é que essa folga fique maior daqui trinta dias. Atualmente, o mercado segue estável e sem perspectiva de baixas em que as referências para as fêmeas estão ao redor de R$ 126,00/@ a R$ 128,00/@ e o boi está próximo de R$ 132,00/@ a R$ 134,00/@.

Segundo o pecuarista, Carlos Eduardo Dias, a estação de monta chega ao fim no último dia do mês de janeiro. “Em março, nós vamos fazer ultrassonografia nos bezerros e esses animais vão entrar mais a desmama próximo ao nosso leilão que será realizado no dia 21 de abril. Então, não temos mais nenhum bezerro nascendo”, afirma.

Em relação à reposição, o mercado está bastante aquecido com preços ao redor de R$ 6,50/Kg a R$ 7,50/kg. “Nós notamos que o pecuarista fizeram alguma situação de caixa de imposto de renda de novembro a janeiro. Agora, estão se organizando para dar uma vedada no pasto e pretendem fazer a reposição até março”, comenta.

Dias ressalta que os pecuaristas que se planejam bem para o período de seca não tem muitos problemas. “Cada caso é um caso. A gente sabe que em fevereiro, março e abril tirar uma categoria mais pesada da fazenda evita ter o boi sanfona e concentra um maior nível de capim nos pastos para a recria”, ressalta.

Por Giovanni Lorenzon e Andressa Simão
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário