Boi China chega a R$ 170 e vai mais, diz Caio Junqueira, da Cross. Em novembro pode ter caça ao boi pronto

Publicado em 16/10/2019 13:22 e atualizado em 16/10/2019 16:13
1985 exibições
Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o mercado do boi gordo
Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos

Podcast

Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o mercado do boi gordo

Download

LOGO nalogo

Com bom desempenho das exportações, as referências para o boi gordo registraram nesta terça-feira (15) patamares de R$ 170,00/@.  A expectativa aponta que os preços ofertados pelo animal com padrão exportações puxem os preços para o restante dos animais até o mês de março.

De acordo com o analista de mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, essas ofertas acima das cotações são para animais que tem o padrão exportação para a China. “Nem todos os frigoríficos estão conseguindo pagar por esses valores, para isso o animal tem que ter dentição, idade e documentação e a indústria também precisa estar habilitada a exportar”, afirma.

No estado de São Paulo, a média das cotações para o boi comum está próxima de R$ 163,00/@ a R$ 164,00/@, á vista. No Mato Grosso do Sul, os preços da arroba estão em torno de R$ 160,00, á vista. No estado de Minas Gerais, as referências estão ao redor de R$ 165,00/@, já que tem algumas indústrias habilitadas a exportar para a China.

“O estado do Goiás está com os preços mais baratos do Brasil com valor de R$ 155,00/@ para o boi comum. No sul do Mato Grosso, as referências para a arroba estão próximas de 155,00. No Norte do Mato Groso, os preços giram próximos de R$ 144,00/@ a R$ 145,00/@”, aponta.

Do lado da oferta de animais com padrão exportação para a China, a tendência que é diminuía o volume de animais até o final do ano. Por outro lado, a demanda tende a ficar estável com viés de alta nos próximos meses.

O analista aponta que o aumento nas cotações vai acabar impactando o consumidor. “Existem esses dois gráficos de demanda e preço precisam se estabilizar, mas hoje a demanda é muito maior. Conforme os preços sobem, a expectativa é que a demanda diminua”, conta.

As ofertas para o animal destinado a exportação para a China vai influenciar na formação de preços em todos os elos da cadeia. “O spread que existe entre o animal padrão para o boi padrão exportação está em torno de R$ 5,00 a R$ 7,00/@. Porém, a expectativa é que aumente e chegue a R$ 15,00/@ de diferença”, ressalta.

Evolução da Arroba

A Cross investimentos realizou um levantamento em que aponta que em outubro de 2015, a referência para o boi gordo era de R$ 150,00/@. “Nos últimos dez anos, o pecuarista foi extremamente eficiente na parte de terminação dos animais e o setor foi atrás da tecnologia”, diz o analista.

Por: João Batista Olivi e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário