Apetite da China leva boi para R$ 180/@; oferta é crítica no MS; e mercado aponta R$ 200/@ em março

Publicado em 05/11/2019 12:56 e atualizado em 05/11/2019 14:35
11309 exibições
Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo
Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos

Podcast

Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

Com a demanda Chinesa aquecida, referências para o boi gordo estão próximos de R$ 180,00/@ e o mercado está apontando que os preços em Março podem chegar a R$ 200,00/@. No estado do Mato Grosso do Sul, a situação estão mais critica devido a falta de oferta de animais.

De acordo com o Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, a oferta restrita de animais está generalizada a nível Brasil. “Apenas o estado de São Paulo tem alguns focos de confinamento que estão abastecendo indústrias especificas. Já nos outros estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás a situação está critica”, afirma.

No estado de São Paulo, os preços para o boi comum estão oscilando entre R$ 175,00/@ a R$ 180,00/@ tanto para à vista como à prazo. “É obvio que quanto mais classificação o animal tem, mas chances de conseguir ofertas de preços maiores. O mercado está sem parâmetro, pois o boi estava ao redor de R$ 167,00/@ e agora tem negócios de R$ 180,00/@”, relata.

A expectativa é que no próximo ano o setor tenha preços atrativos ao pecuarista. “Eu acho que essa alta pode acontecer entre janeiro e março. Eu acredito que podemos mudar a primeira casa do digito do boi”, reforça Junqueira.  

No aplicativo Agrobrazil, os particpantes informaram negócios em Campo Florido/MG de R$ 175,00/@, à prazo com trinta dias para pagar. Na região de Mogiana/SP, os pecuaristas relataram preços para o boi de R$ 180,00/@. "Se comparado com o mês passado, os preços máximos registraram uma alta de 12,5% no estado de São Paulo", aponta. 

EUA

Os Estados Unidos tinham habilitado a exportação de carne brasileira, mas isso não interferiu na dinâmica de preços da arroba. "Eu volto a falar que o grosso das expoertação são destinadas para a China e os Estados Unidos era um país a mais e precisamos brigar para ir atrás para não ficar com os ovos todos em uma cesta", comenta. 

Com relação a Cota Hilton, o analista destaca que é uma especificação muito complicada de atender. "Por mais que temos uma cota hilton grande dificilmente o brasil alcança por conta de classificação. É uma carne muito especifica e tem alguns periodos que eles não fazem", conta. 

Leia mais:

>> Nota oficial da Acrimat sobre veto dos EUA à carne brasileira

Atacado

No mercado do atacado, os preços para boi casado atingiram o nível histórico tanto em porcentagem de alta como em valores absolutos. “Nós chegamos à máxima de R$ 11,90/kg na segunda-feira e o gatilho dessa alta foi o consumo externo aquecido. A China limpou esse excesso de carne que estava no mercado interno”, conta o analista.

Tags:
Por: João Batista Olivi e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário