Frigoríficos forçam recuo das cotações da arroba na região de Cáceres-MT; tentam emplacar R$ 30,00 de queda

Publicado em 06/12/2019 13:25 e atualizado em 07/12/2019 17:19
1503 exibições
Depois de pagar acima de R$220,00 pela arroba do boi em Cáceres-MT, frigoríficos testam os R$190,00 , mas só conseguem evoluir com as compras se pagarem R$200,00
Ricardo Castella Cardoso - Vice-Presidente do Sind. Rural de Cáceres/MT

Podcast

Mercado do Boi Gordo - Entrevista com Ricardo Castella Cardoso - Vice-Presidente do Sind. Rural de Cáceres/MT

Download

LOGO nalogo

Assim como em outras localidades do Brasil, as indústrias frigoríficas na região de Cáceres/MT estão testando ofertas de preços menores para a arroba do boi gordo. As referências para o boi gordo registraram uma queda de 14,03% nos últimos dez dias e os valores balcão de compras estão próximos de R$ 190,00/@.

De acordo com o Vice-Presidente do Sind. Rural da localidade, Ricardo Castella Cardoso, a arroba do boi gordo registrou uma valorização de 52,41% nos últimos 60 dias. “Há dois meses, o valor negociado para a arroba estava próximo de R$ 145,00/@ e chegou na última semana a ter negócios a R$ 221,00/@”, comenta.

O argumento que os frigoríficos para a redução preços pagos para o boi é que estão com dificuldade em escoar carne no mercado interno. Por outro lado, o volume de oferta de animais está muito baixo e boi pasto deve demorar a entrar no mercado já que as chuvas demoraram a chegar.

“Os animais começavam a sair no início de janeiro e a expectativa é que vamos ter um atraso de no mínimo 30 dias. Na nossa região, tivemos lugares que não recebeu 100 mm de chuvas e tem localidades que já registrou precipitações de 300 mm. Outro problema que tivemos foi de incidência de lagarta nos pastos e leva um tempo para combater”, aponta.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • alex fernando rassele Santa Teresa - ES

    Assim como os consumidores retraem nas compras para o preço cair, o pecuarista deve retrair nas vendas para segurar o preço.

    1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Sr ALEX, este embate e' dificil porque os frigorificos são poucos ( faceis de combinação entre eles), enquanto os pecuaristas sao muitos mas espalhados... No entanto, a internet esta' ai para nos' ajudar....

      0