Pecuarista investe na produção de boi china mas adota cautela na aquisição de animais e prioriza plantio próprio de milho para reduzir custos

Publicado em 17/01/2022 12:18 e atualizado em 17/01/2022 14:36 1945 exibições
Paulo Henrique Queiroz - Pecuarista
Só com a produção da alimentação própria, pecuarista prevê reduzir entre 10% a 15 % do custo

Podcast

Entrevista com Paulo Henrique Queiroz - Pecuarista sobre o Mercado do Boi Gordo

Logotipo Notícias Agrícolas 

Com a retomada da China às compras de carne bovina brasileira, o pecuarista da região de Frutal/MG quer investir na produção de animais com padrão exportação. Para reduzir os custos de produção, o produtor está priorizando realizar o próprio plantio de milho para minimizar os custos de produção. 

De acordo com o pecuarista da região de Frutal/MG, Paulo Henrique Queiroz, os preços dos animais de reposição de qualidade estão muito elevados. “Estamos buscando por lotes, mas não estamos encontrando tanto. Com isso, temos que ir para outros estados para negociar por lotes melhores para compor nosso rebanho”, comentou. 

Após a finalização da colheita do milho na propriedade, Queiroz estima que os custos na alimentação animal devem ter uma redução de 10% a 15% nesta primeira safra. “Eu também preciso remunerar a safra que estou colhendo, pois para plantar eu tive alguns custos. Na safrinha do milho, a estimativa é que tenha uma redução mais significativa nos custos com a ração animal”, informou.

Confira a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário