Cresce mercado de cafés especiais no Brasil e resultados mostram que compensa investir nesse nicho de produção

Publicado em 28/12/2018 14:19
1065 exibições
O consumo de café tem aumentado nos últimos anos e o interesse pelos cafés especiais seguem o mesmo ritmo no Brasil e no mundo. O produtor e diretor da Carmo Coffees fala sobre sua experiência e as oportunidades ao cafeicultor brasileiro nesse nicho de mercado em um momento de baixos preços do commodity.
Luiz Paulo Dias Pereira Filho - Diretor da Carmo Coffees

Podcast

Cresce mercado de cafés especiais no Brasil e resultados mostram que compensa investir nesse nicho de produção

Download

LOGO nalogo

O mercado de cafés especiais vem crescendo a cada ano e se torna uma alternativa rentável ao produtor rural. Além disso, o consumo de cafés especiais também aumentou entre os mais jovens que querem cada vez mais entender do mercado e da bebida.

De acordo com o Diretor da Carmo Coffees, Luiz Paulo Dias Pereira, o mercado de cafés especiais cada vez mais sendo reconhecido. “O Brasil passa a ser muito importante na produção sustentável de cafés devido aos países como a Costa Rica que vem diminuindo a produção”, comenta.

O mercado de cafés especiais teve um crescimento aproximado em 20% neste ano e a melhora na produção brasileira é notável. “Cada dia mais conseguimos uma pontuação que vem subindo e superando as expectativas dos clientes lá fora”, destaca.

Em relação ao consumo de cafés especiais, Pereira salienta que está chegando uma nova onda no Brasil em que tomar a bebida é algo para jovens. “Isso é uma onda que já acontece no exterior e que está chegando ao Brasil em que os mais novos querem entender de café e o mercado” afirma.

A Carmo Coffees começou a exportar os grãos para o Japão que reconhecem a qualidade dos cafés produzidos no Brasil. “Eu acho que o reconhecimento deles não é só de hoje, mas de muito tempo eles reconhecem os nossos negócios. Além do Japão, nós exportamos para a Coréia do Sul e a China”, ressalta.

Pereira também informa que os produtores rurais têm condição de comercializar os cafés especiais sem acompanhar os valores da Bolsa de Nova York. “Não precisa ficar preocupado se a bolsa está subindo ou caindo, pois é necessário apenas produzir esse tipo de café e quanto mais produzir mais produtos fora da curva”, completa.

Tags:
Por: Jhonatas Simião e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário