Café: Pela primeira vez fazendo fermentação controlada, produtor de Indianópolis/MG consegue microlote com 87 pontos

Publicado em 03/12/2020 17:02 e atualizado em 03/12/2020 17:32 1259 exibições
Deivid Maicon Moreno - Cafeicultor na Região de Indianópolis/MG
Entrevista com Deivid Maicon Moreno - Cafeicultor na Região de Indianópolis/MG sobre a Fermentação no Café

Podcast

Entrevista com Deivid Maicon Moreno - Cafeicultor na Região de Indianópolis/MG sobre a Fermentação no Café

Download

 

LOGO nalogo

Depois de três anos de pesquisa, o produtor Deivid Maicon Moreno, na região de Indianópolis/MG, fez pela primeira vez em 2020 café especial com a técnica de fermentação controlada. Apesar de já esperar uma boa pontuação, Deivid ficou surpreso quando o microlote alcançou a marca de 87 pontos. "Chegou em um momento que nós tínhamos boas características, mas não estávamos conseguir evoluir muito, mas a fermentação foi onde a gente começou a participar e há três anos comecei fazer alguns testes", afirma. 

Comparado com outro tipo de produção, o processo por meio da fermentação controlada é mais lento. De acordo com Deivide, o processo leva pelo menos 15 dias a mais. "Fora do trabalho que é mais detalhista, não é qualquer que faz. Você precisa dar seu potencial máximo", comenta. 

Falando em custos, destaca que o custo de produção fica entre R$ 200 e R$ 300 por saca, quando comparado com os modos convencionais de produção. "A gente tem investimento em estrutura e equipamentos, além do custo de mão de obra e armazenagem desse café", explica. 

Fermentação do café

>> Clique aqui para mais informações

Veja a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário