Em Tangará da Serra-MT, produtor que optar pelo plantio da soja a partir de novembro terá melhores resultados

Publicado em 14/10/2016 12:35 e atualizado em 17/10/2016 08:30
2742 exibições
Em Jataí-GO, situação de plantio é favorável em qualquer momento a partir do fim do vazio sanitário

De acordo com simulações de plantio analisadas pelo Crop View, a cidade de Tangará da Serra, no Mato Grosso, pode sofrer com perdas no plantio da soja que foi realizado a partir de 15 de setembro, com um número de produtividade que pode chegar a 75%.

Para quem plantar mais tarde, a partir de 1 de novembro, o cenário de produtividade muda, no entanto, chegando a 90%.

As previsões são baseadas em estimativas para a influência climática sobre a cultura. De acordo com Cristina Queiroz, da Rural Tecnologia, que realiza o CropView, o ideal é que os produtores estejam sempre acompanhando os dados para entender como tomar suas decisões na hora de realizar o plantio ou a colheita.

Como este ano recebeu um maior número de chuvas a partir de 15 de agosto, o solo tem picos de excedentes hídricos, mas um déficit hídrico pode começar a se acentuar no início de novembro, o que traz uma penalização na produção ainda na fase do desenvolvimento vegetativo.

Para os produtores de Jataí (GO), por sua vez, a situação está mais tranquila. Em qualquer momento de plantio, o índice de produtividade fica entre 97% a 100%, deixando o cenário mais fácil para que o produtor possa tomar a sua decisão de plantio.

A chuva começou antes e em volume maior na região, superando a média de outros anos. No entanto, um nível alto de excedente hídrico ao final do ciclo traz muita chuva que pode atrapalhar a colheita. Se as previsões de confirmarem, os produtores precisam ficar de olho para encontrar uma janela ideal.

Os internautas que quiserem conhecer a ferramenta CropView podem acessar o site www.cropview.com.br. Ao realizar o cadastro, são 30 dias grátis para experimentar a ferramenta e observar as melhores condições para a sua área de plantio.

Também é possível entrar em contato com a Rural Tecnologia por meio do telefone (11) 5505-4646 ou do e-mail [email protected]

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário