Inmet aponta para chuvas regulares e bem distribuídas em todas as regiões produtoras do país até o início de dezembro

Publicado em 18/11/2019 12:56 e atualizado em 18/11/2019 17:57
1909 exibições
Alerta fica apenas para o Oeste da Bahia que está numa área de transição entre regiões chuvosas e secas , podendo sofrer com irregularidades nas precipitações
Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

 

Podcast

Previsão do Tempo com Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

Download

 

LOGO nalogo

As notícias são positivas para os produtores que estão esperando pelas chuvas para dar continuidade nnso ao plantio da soja 2019/20. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as condições começaram a mudar na maior parte do país já nesta semana. 

Segundo Franciso de Assis Diniz, chefe do centro de análise e previsão do tempo do Inmet, nas regiões Central e Sudeste do Brasil, já foram registradas chuvas significativas. "No decorrer dessa semana a chuva fica mais generalizada, pegando exatamente todas as áreas que estavam sem chuvas, por exemplo no Norte de Migas, Oeste da Bahia e região do Matopiba", afirma. 

A tendência, segundo Francisco, é que as chuvas continuem acontecendo durante a semana. Segundo Francisco, nesta segunda-feira (18) as chuvas estão concentradas no Mato Grosso, região Norte, Tocantins, Minas Gerais e oeste da Bahia. "A gente vê que há condição de permanência dessa chuva", afirma. Os mapas da Aministração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), entre o período de 18 a 25 de novembro, indicam volumes ficando  60 e 120 milímetros em algumas regiões do país. 

Segundo Francisco, as chuvas tendem a firmar a estação chuvosa nos próximos dias. "Mostram que elas estão bem distribuídas e também de maneira geral. Então, provavelmente o padrão é de assegurar as chuvas mais frequentes", afirma o meteorologista. Destaca ainda que as regiões onde estão previstas chuvas de volumes mais significativos, são acompanhadas pelo Inmet para que, se necessários, alertas sejam emitidos. No período entre 26 de novembro e 4 de dezembro, dados do NOAA indicam chuvas em todo o país. 

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para todo o Brasil: 

NOAA
 

Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

A região sul do país passa por um período de estabilidade nos próximos quatro dias. Após duas semanas de chuvas intensas na região, produtores rurais terão uma trégua para seguir com os trabalhos na lavoura. Em decorrência das fortes chuvas, agricultores enfrentam problemas para concluir a colheita do milho e o plantio da soja no Rio Grande do Sul. 

De acordo com Francisco, após a trégua, uma nova frente fria deve atingir a região sul do país, trazendo pelo menos mais três dias de chuvas significativas e em seguida, as chuvas avançam ao norte do Brasil. 

Veja também: 

 

Por: Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário