DA REDAÇÃO: Campinas do Sul (RS) já registra perdas de 80% em lavouras de milho

Publicado em 23/12/2011 10:04 e atualizado em 23/12/2011 12:40 593 exibições
Safra 2011/2012: Região de Campinas do Sul (RS) já tem áreas com 100% de quebra nas lavouras de milho. Plantio de soja acontece mais tarde e, por isso, perdas são, por enquanto, de 20%. A seca também afeta as pastagens para o gado leiteiro, diminuindo a captação de leite no Estado. Alta nos preços do milho devem afetar ainda produtor de suínos e de aves na região.
As lavouras de milho na região do Grande Erechim (RS) sofrem com a falta de chuvas desde o dia 14 de novembro. Em Campinas do Sul (RS) cerca de 80% das lavouras não têm mais como se recuperar e na região a quebra é estimada entre 45% e 60% da área.

De acordo com Adelar Parmeggiani, presidente da Sincredi Norte RS e Oeste SC, em algumas localidades há perda de 100% do milho plantado e produtores já preparam o novo plantio. Já para a soja, o cenário é mais favorável, pois o plantio na região geralmente acontece mais tarde e o produtor que não adiantou seu plantio pode recuperar a área. Para a oleaginosa, a quebra é de 30%.

Há alguns dias atrás, cidades do Grande Erechim registraram precipitações que ajudaram algumas lavouras, no entanto, os dias de forte sol ainda pesam sobre o enchimento de grãos da oleaginosa.  
Para as pastagens de gado de leite, Parmeggiani esclarece que “mesmo que chova uma quantidade expressiva, a recuperação deve demorar de 30 a 40 dias.”

A quebra na safra de milho deve afetar os custos de produção para a suinocultura e avicultura no Estado. Para Parmeggiani, a retomada dos preços a altos patamares não oferece condições de trabalho para o produtor. “A Conab vem fornecendo lotes de milho na região, mas se já estava ruim para o suinocultor e avicultor pode piorar. O preço melhora para o produtor de milho, mas os custos com certeza devem subir. Muitos produtores já pediram crédito para compra de milho essa semana,” esclarece. 

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário