DA REDAÇÃO: Fungicida usado no combate à Pinta Preta na laranja pode barrar importação dos EUA

Publicado em 17/01/2012 13:46 e atualizado em 17/01/2012 15:20 1661 exibições
Suco de Laranja: Exportações brasileiras para os EUA aumentaram cerca de 18% em 2011. Tentativa de veto dos embarques do Brasil em razão da identificação do fungicida carbendazim nas cargas pode ser estratégia comercial de concorrentes americanos.
Com o período de fortes chuvas em São Paulo, a Pinta Preta, doença causada por um fungo, vem se alastrando pelos pomares de laranja do estado. O fungicida usado no extermínio dessa doença é produzido à base de Carbendazim, substância proibida pelos Estados Unidos, grande importador do produto brasileiro.

Embora coíba o Carbendazim nos laranjais, em pomares de maçãs e pêssegos, por exemplo, há permissão por parte dos EUA. Na opinião de Gilberto Tozatti, engenheiro agrônomo do GCONCI (Grupo de Consultores em Citros), essa medida é meramente política, já que serve de barreira comercial a fim de proteger a produção de citros na Flórida.

A elevação das exportações do suco brasileiro em 2011 para o país norte-americano em 18% reforça essa idéia, “o suco de laranja é um produto nobre e o mundo não vai deixar de consumir”, diz.

A Codex Alimentarius Commission, órgão da FAO, tem como limite aceitável do componente as 1.000 PPB (partes por bilhão). São encontrados, nos Estados Unidos, 35 PPB, uma quantidade irrelevante. “Uma pessoa, para conseguir ingerir isso, teria de tomar 300 litros de suco”, afirma Tozatti.

 O aparecimento das manchas na casca do fruto teve início em Conchal (SP) há muitos anos. Elas não alteram a qualidade do suco, prejudicam apenas a sua aparência.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário