DA REDAÇÃO: Baixos preços pagos ao produtor de suíno ameça cadeia

Publicado em 21/03/2012 13:23 e atualizado em 21/03/2012 15:03 322 exibições
Suínos: setor amarga prejuízos há mais de 5 anos, depois da explosão dos preços dos grãos. Além do custo da engorda, produção soma também gastos para a criação dos animais que diferencial pelo quilo pago ao produtor não compensa lucros.
Os baixos preços pagos ao produtor de suíno vivo no mercado brasileiro podem desencadear uma crise sem precedentes no setor.

Os custos de produção, que giram atualmente entre R$ 2,50 a R$ 2,60 por quilo, ainda estão acima das margens dos produtores. Para se ter uma ideia, o quilo vivo pago ao criador nos Estados do Sul está em R$ 2,10, cerca de R$0,50 abaixo do valor necessário para cobrir os gastos com a produção. "Não tem outra saída, se não baixar a produção, nao vai melhorar preço", enfatiza o produtor rural Dalzir Vitoria.

O desembolso para a compra de insumos somado aos gastos para a manutenção da propriedade, como despesas com mão de obra e energia elétrica, por exemplo, ampliam ainda mais os prejuízos dos produtores. Assim, de uma forma geral, o custos alcançam até R$ 3,25 por quilo, o que indica que o produtor está praticamente pagando para produzir.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário