DA REDAÇÃO: Conselho Monetário Nacional libera R$ 2 bilhões para estocagem de café

Publicado em 27/04/2012 13:27 e atualizado em 27/04/2012 19:31 480 exibições
Café: Governo libera mais de R$ 2 bilhões para auxiliar na estocagem e permitir que cafeicultores aguardem melhora do mercado. Novo programa pretende facilitar estocagem com remuneração garantida ao produtor.
O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou nesta quinta-feira (27) a liberação do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira) para financiamento da estocagem do grão. Os recursos somam R$2 bilhões, financiando até 80% do preço de mercado do café. O produtor terá de entregar como garantia do financiamento a sua própria saca de café, fator apontado como positivo pelo presidente da Comissão de Café da CNA, Breno Mesquita. “É um programa fantástico”, diz.

O programa de estocagem terá abrangência de 12 milhões de sacas de café e tem como objetivo trazer melhores patamares de preços para esse mercado. De acordo com Breno Mesquita, o café precisa de sustentação para novas altas, mas que aconteçam de forma natural. Com menos oferta em razão da estocagem, os preços tenderão a subir.

Além disso, a medida trabalhará o excedente de produção. “É um programa que vai fazer com que o produtor segure o seu café e possa vender em condições mais vantajosas e, o mais importante, sem em nenhum momento interferir no consumo interno e nas exportações”, diz.

Outro ponto importante com relação à resolução é que, dessa vez, os recursos serão liberados na primeira quinzena de Maio. “O programa que o CMN aprovou vai ao encontro dos nossos anseios”, disse Breno Mesquita. Ele conta que uma medida como essa sendo aprovada quando os produtores já colocaram mais de 40% da sua safra no mercado torna-se ineficaz. “Pela primeira vez em muitos anos, os recursos estão saindo no momento certo”, afirma.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário