DA REDAÇÃO: Exportações de milho recuam 63% em volume e 42% em receita

Publicado em 04/05/2012 13:41 e atualizado em 04/05/2012 17:03 514 exibições
Milho: exportações recuam 63% em volume e 42% na receita desde abril diante da quebra da produção no RS. Expectativa se volta para a produção recorde as safrinha para estimular vendas externas.
A quebra na safra de milho brasileira provocada pela estiagem reduziu as exportações do cereal em 63% em termos de volume e 42% considerando a receita. Tais números correspondem à colheita da safra de verão do milho, bem inferior ao esperado para a safrinha.

Sérgio Mendes, diretor geral da Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cerais), prevê uma produção muito grande para a segunda safra. De acordo com ele, está sendo esperado um “segundo semestre muito movimentado” para a commodity. 

O desempenho da safrinha poderá elevar as exportações de 8,5 milhões de toneladas (volume do ano passado) para 13 milhões de toneladas no fechamento deste ano. Caso essa expectativa se confirme, será batido um novo recorde para o cereal.

Lado positivo – O declínio das exportações brasileiras tem um lado positivo: a facilitação das exportações em termos de logística. No recebimento, preocupações com secagem dos grãos diminuem, já que há um volume menor precisando disso.

Além disso, como o tempo está seco, o carregamento dos navios se torna mais simples, pois as chuvas costumam atrapalhar o procedimento.
Por:
Mariane de Luca e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário