DA REDAÇÃO: Chuvas retornam à Tapurah (MT), mas atraso no plantio compromete safrinha de milho

Publicado em 05/12/2012 10:12 e atualizado em 05/12/2012 12:08 473 exibições
Safra 2012/13: Chuvas em excesso dificultam aplicações de fungicidas nas lavouras de Tapurah (MT), mas soja tem bom desenvolvimento. Plantio com atraso irá comprometer produtividade da safrinha de milho, mas área não será menor. Soja para janeiro é negociada a R$55 no município.
Em Tapurah, no Mato Grosso, plantio da soja teve início com atraso devido à irregularidade das chuvas em setembro e outubro, prejudicando safrinha de milho, que não sofrerá redução de área, mas terá produtividade comprometida. Segundo o presidente do Sindicato Rural, Silvésio de Oliveira, semeadura da safrinha deve acontecer até meados de março, embora janela ideal de cultivo vá até 20 de fevereiro.

Com regularização das chuvas, produtores agora enfrentam dificuldades em realizar os tratos culturais e aplicações de fungicidas. “Os últimos 10 dias têm sido de muitas chuvas, atrasando aplicações dos fungicidas e aumentando necessidade de aplicações e custos com a lavoura”, explica Oliveira.

Ferrugem asiática já foi detectada em soja guaxa, mas ainda não há registros em lavouras comerciais.

Saca de soja futura para janeiro é negociada a R$55 no município.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário