DA REDAÇÃO: Milho safrinha sofre com seca no sudoeste de Goiás

Publicado em 10/05/2013 16:00 e atualizado em 10/05/2013 21:44 1034 exibições
Há 30 dias sem chuvas, milho safrinha de Santa Helena, (sudoeste de Goiás), já tem perdas consolidadas. Prejuízos devem aumentar, pois previsões não apontam chuvas para os próximos 10 dias. Saca futura é negociada a R$ 16,50 no município.

O milho safrinha de Santa Helena e de toda a região do sudoeste de Goiás já sente a falta das chuvas que há 30 dias não aparecem. De acordo com a produtora rural Elizângela Garcia Barbosa dos Santos, as previsões climáticas não apontam precipitações para os próximos 10 dias, agravando a situação da cultura que já tem perdas consolidadas.

Os preços também não têm colaborado com o produtor. A saca de milho para entrega futura é negociada a R$16,50 no município. Segundo a produtora, o valor é baixo e, sem produtividade, aumenta os prejuízos do produtor.

Além dos valores baixos, a oferta de contratos em Santa Helena para a safrinha também é lenta e parte dos produtores aguarda melhores cotações para negociar o grão.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário