DA REDAÇÃO: Assentados da comunidade de Cumuruxatiba (BA) poderão perder suas terras para índios

Publicado em 17/05/2013 13:15 e atualizado em 17/05/2013 17:48 823 exibições
Cerca de 13 mil assentados poderão perder duas terras para os índios na comunidade de Cumuruxatiba, no município de Prado (BA). Invasões ocorrem dentro dos lotes e há até mesmo a criação de aldeias. Problema com a questão indígena existe desde 2002, quando os indígenas invadiram o Parque Nacional do Descobrimento.

Na comunidade de Cumuruxatiba, no município de Prado (BA), assentados poderão perder as suas terras para os índios. Produtores da região foram a Brasília em uma reunião com o Vice-presidente do país, Michel Temer, expor a situação. Temer ficou surpreso em saber que os afetados pelas ações da Funai compreendem pequenos, médios e grandes produtores rurais e também assentados.

O município de Prado é bastante afetado com a expansão de áreas já demarcadas e ampliação de novas terras pela Funai. No dia 27 de maio a Funai vai entregar o estudo de delimitação das terras de Cumuruxatiba, que vai abranger uma vasta extensão de terras produtivas de Prado, vários assentamentos e parte do Parque Nacional do Descobrimento, uma área nacional de preservação invadida desde 2002 pelos índios. Segundo Ezio Nonato, Presidente da Associação Comunitária dos Pequenos Produtores Rurais de Cumuruxatiba, no assentamento em que ele vive já existe invasões de índios dentro do lote, onde já estão se formando aldeias.

Prado é o município com maior número de assentamentos agrários da Bahia. São mais de 16 assentamentos, envolvendo cerca de 4 mil famílias em um total de 13 a 14 mil pessoas, que poderão ir  morar em favelas caso a Funai tome as terras.

Nonato diz não acreditar que todas as famílias percam as terras agora, porém com mais ampliações, em um futuro bem próximo isso pode acontecer. Os assentados irão saber o tamanho exato da área reivindicada pela Funai apenas no 27 de maio. Nonato afirma que até lá terão apenas especulações, mas que na região não existe mais de 500 pessoas que podem se considerar índios.

Por:
João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

3 comentários

  • Edison tarcisio holz Terra Roxa - PR

    fogo nesses loucos da funai

    0
  • Izabel Lima Mococa - SP

    Produtor rural, leia essa carta para a presidente escrita por uma produtora e professora!!

    http://www.blogdoantero.com.br/politica/professora-de-74-anos-bateu-forte-na-presidente-vale-a-pena-ler/4901

    0
  • Paulo Rogerio Santos de Souza Ivinhema - MS

    isso e comunismo, não tem jeito estamos em guerra. Bala nesses indios e morte para esses bando de corruptos comunistas que estão no poder.

    0