DA REDAÇÃO: Com clima favorável nos EUA, soja fecha em baixa na Bolsa de Chicago

Publicado em 30/07/2013 16:42 e atualizado em 30/07/2013 19:22
599 exibições
Soja: Em Chicago, mercado tem mais uma sessão de fortes perdas diante do favorável quadro climático do clima nos EUA. Sem problemas à frente, vencimento novembro/13 poderia bater os US$ 10/bushel, segundo analista.

Nesta terça-feira (30), a soja fechou com cotações em baixa na Bolsa de Chicago, enquanto o milho e o trigo tiveram um dia positivo de negociações.

De acordo com Vinicius Ito, analista da Jefferies, desde a semana passada, quando houve um movimento de venda de soja, o mercado continua caindo e, nesse momento, posições compradas estão sendo revendidas, uma vez que a previsão climática nos EUA permanece favorável: “Agosto é o mês de definição da soja e, enquanto o clima estiver favorável, o mercado tende a continuar em queda”.

Vinicius afirma que se houver a confirmação de uma safra de soja cheia nos EUA, o contrato novembro/13 em Chicago deverá chegar a US$ 10,00/bushel. As baixas nas cotações devem continuar, mas podem ter uma queda gradual ou, em certos momentos, se estabilizar.

Segundo o analista, os produtores brasileiros devem ficar atentos ao mercado para comercializar em momentos oportunos, já que a tendência é que os preços caiam ainda mais daqui para frente.

Milho: Diferentemente da soja, que tem o seu período crítico em agosto, o período crítico do milho é em julho, com isso o mercado geralmente se movimenta ou forma uma tendência um pouco antes da definição da safra. Em junho e julho, as cotações do milho já caíram bastante e, nesse momento, há um movimento técnico de compra do milho, que é uma reversão de posições feitas anteriormente, na qual se compra milho e se vende soja. Isso pode fazer os preços pararem de cair um pouco, mas a tendência não é de alta.

Por: Aleksander Horta e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário