DA REDAÇÃO: Produtores do MS querem receber pagamento de terras em dinheiro a vista, diz Advogado

Publicado em 09/08/2013 14:12 e atualizado em 09/08/2013 16:41
407 exibições
Questão indígena no MS: Anuncio de compras de 31 fazendas, pelo governo, não será aceito pelos produtores rurais caso o pagamento seja feito através de Títulos das Dívidas Agrárias, que são considerados "créditos podres".

O governo anunciou que irá comprar 31 fazendas entre os municípios de Dois Irmãos do Buriti e Sidrolândia, no Mato Grosso do Sul (MS). Com isso, os produtores rurais estão encurralados e não encontram outra solução para as invasões indígenas nas suas propriedades.

“O governo nos conduziu para essa situação absurda, na qual a única saída é a aquisição das terras e nós temos que aceitar essa imposição, mas queremos o pagamento das terras pelo valor de mercado e em dinheiro a vista, ao invés de Títulos da Dívida Agrária (TDA)”, afirma o Advogado, Newley Amarila.

Os TDA’s são títulos do governo que seriam repassados ao MS e o estado faria a aquisição das terras, mas os produtores não concordam em receber o pagamento por esse meio. “O que se tem até o momento é um esboço de acordo, no entanto o acordo final só existirá depois das fazendas serem avaliadas e os produtores aceitarem o preço estipulado”, diz Newley.

Enquanto isso os índios continuam dentro das fazendas e as ordens de reintegração de posse concedidas por juízes de Campo Grandes são suspensas por desembargadores federais que, segundo Newley, não conhecem o problema.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário