DA REDAÇÃO: Criação de animais da raça Angus beneficia produtores e consumidor

Publicado em 28/08/2013 14:14 e atualizado em 28/08/2013 17:43
340 exibições
Angus: Raça ganhou preferência entre os criadores do Rio Grande do Sul (RS) devido à maciez. Carne fica ainda melhor quando é feito o cruzamento industrial com animais da raça nelore. Leilões de sêmen estão bastante disputados, uma vez que o touro angus não se adapta a regiões com muito calor.

A raça Angus ganhou preferência entre os criadores de boi no Rio Grande do Sul. A carne é conhecida por sua maciez e especialistas garantem que o resultado é ainda melhor quando é feito cruzamento com a raça Nelore. José Roberto Weber, presidente do Sindicato Rural de Dom Pedrito, no Rio Grande do Sul, conta que o Angus não se adapta ao calor, por isso seus leilões de sêmen estão bastante disputados, mas alguns animais já estão em Goiás e São Paulo, aclimatados às essas regiões. “Hoje a temos o maior programa de carne certificada do Brasil. E a associação brasileira de Angus busca, neste processo todo, busca sempre a melhoria do preço para o produtor”.

Weber conta que o cruzamento do Angus com o Nelore conseguiu conquistar o consumidor, pelo melhor sabor e maciez da carne e também beneficiou o produtor, pois possibilitou que ele tivesse um ganho maior na venda do produto. “Hoje não estamos conseguindo a quantidade de carne necessária para atender toda a demanda... Temos recusado alguns contratos de alguns fornecimentos por falta de produto”. Ele confirma ainda que faltam produtores para criar esta raça. 

Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário