DA REDAÇÃO: Sem informações do USDA, mercado na CBOT opera com volatilidade diante de especulações

Publicado em 04/10/2013 13:35 e atualizado em 04/10/2013 17:31
378 exibições
Soja: Sem informações do USDA, mercado em Chicago opera com volatilidade diante de especulações sobre os resultados reais da nova safra dos Estados Unidos. Números da consultoria privada Informa Economics indicando um ligeiro recuo na produção americana e maior demanda por farelo dão suporte aos preços nesta sexta-feira (4).

Sem informações do USDA devido à paralisação do governo norte-americano, o mercado em Chicago opera com volatilidade diante de especulações sobre os resultados reais da nova safra dos EUA. Números divulgados pela consultoria privada Informa Economics indicam um ligeiro recuo na produção e produtividade da safra de soja norte-americana, o que ajuda a dar suporte aos preços.

Além disso, outro fator que está colaborando para a alta dos preços em Chicago esta semana é uma demanda por farelo, já que a Europa está comprando dos EUA devido a escassez de oferta na América do Sul.

No próximo domingo (6), a temperatura deve diminuir bastante na parte norte do cinturão de grãos dos EUA e, segundo o analista da Jefferies, Vinicius Ito, há uma expectativa de ocorrência de geada no extremo norte do cinturão. Com isso, existe uma preocupação, mas é pouco provável que haja um impacto significativo nas lavouras, porém, como a safra está atrasada, é possível que o mercado não deixe os preços caírem muito para não ser surpreendido na próxima segunda-feira (7) com notícias de geada.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário