DA REDAÇÃO: Em Iguatemi (MS), 2 fazendas foram invadidas por índios Kaiowá na semana passada

Publicado em 17/10/2013 13:59 e atualizado em 17/10/2013 17:21
482 exibições
Questão Indígena: No Mato Grosso do Sul, indígenas invadem mais duas fazendas. Propriedades estão sendo avaliadas para processo de demarcação de terras. Invasões continuam acontecendo a todo o momento, mas produtores não possuem notícias de desintrusão ou ordens da Justiça que determinem a saída dos indígenas.

Em Iguatemi (MS), no final a última semana 2 fazendas foram invadidas por índios Kaiowá e nesta quinta-feira (17) os proprietários irão se reunir com o prefeito do município e amanhã (18) com representantes da Famasul para tentar solucionar a questão.

A área invadida já está em processo demarcatório desde 2003 e a justiça determinou que os indígenas ficassem em 3 fazendas, em uma parte já demarcada da região, porém, na semana passado os índios resolveram invadir mais 2 fazendas das 14 que fazem parte do estudo.

Segundo o Presidente do Sindicato Rural de Iguatemi, Hilário Parisi, os índios estão se reunindo e aumentando a cada dia: “Mais de 100 índios já tomam apenas uma propriedade e a Polícia Federal foi ao local pedir que os indígenas recuassem, mas eles  insistem em não sair devido a falta de definição do processo demarcatório”.

Nas propriedades que foram invadidas ou que estão dentro da demarcação, os proprietários já sofrem a tanto tempo que estão dispostos a vender as terras para o governo no impasse de perder tudo. No entanto, os índios invadem as fazendas e depredam tudo, com isso, quando for ocorrer a avaliação das benfeitorias, não há mais o que se pagar.  Parisi afirma que os agricultores temem o que pode acontecer, até porque nem os mandados de reintegração de posse são cumpridos.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário