DA REDAÇÃO: Presidente do Sindicato Rural de Carazinho (RS) pede calma nas questões indígenas

Publicado em 06/05/2014 13:36 e atualizado em 06/05/2014 14:59 410 exibições
Questão indígena: Sindicato de Carazinho responsabiliza autoridades do Governo pelos conflitos indígenas e cobra decisões que impeçam invasões e mortes. Produtores são retirados de suas terras sem nenhum apoio financeiro ou medidas de realocação por parte do governo.

Em virtude dos últimos conflitos de terra envolvendo índios e produtores rurais no Rio Grande do Sul, o presidente do Sindicato Rural de Carazinho (RS), Leomar Luis Tombini, pede calma aos gaúchos em entrevista para a segunda edição do Mercado & Cia., do Canal Rural.

Tombini aponta a necessidade de melhores decisões por parte do Ministério da Justiça e do Governo Federal para resolver os conflitos, uma vez que produtores são retirados sem indenização e sem realocação. "Temos o direito de propriedade. Pagamos nossos impostos".

O repórter João Batista Olivi aponta que algumas informações dão conta de que a presidente Dilma Rousseff estaria para suspender as demarcações de terra em todo o Brasil.

Por:
Kellen Severo // João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário