DA REDAÇÃO: Análise gráfica de grãos demonstra tendências de alta em Chicago

Publicado em 08/05/2014 11:27 e atualizado em 08/05/2014 16:05 705 exibições
Grãos: análise gráfica para soja e milho mostra que mercado em Chicago tem potencial de alta. No caso da soja, o vencimento julho deve buscar os US$14,90/bushel nas próximas sessões e se romper esse patamar, pode atingir US$15,30/bushel.

A soja está em um processo de alta desde o início, apesar da queda registrada nos últimos dias em Chicago para o nível de US$ 14,40 por bushel nos contratos de julho. A tendência de alta tende a permanecer, segundo Antônio Domiciano, da Smartquant Fundos Investimentos, e deve buscar os patamares de US$ 14,90. Ao atingir esse novo patamar os preços devem voltar a alcançar a máxima de US$ 15,30, registrada anteriormente. Caso esses níveis previstos não se concretizem, é possível que voltem aos valores de US$ 14,40 por contratos e em seguida busque os patamares de US$ 14,20, segundo explica Domiciano. 

Para o milho, as análises gráficas também demonstram tendências de alta. O grão está em uma situação favorável, apesar de tentativa de realização de lucros que ocorreu na semana passada. Domiciano explica que em todo o mês de abril, o milho está sofrendo um período de acumulação no processo de alta, em que os números dos contratos atingiram US$ 5,10 por bushel.

Segundo o analista, a tendência é de que o mercado rompa esse patamar e atinja US$ 5,22 para os contratos de julho, e após isso, trabalharia com números na faixa dos US$ 5,60. Caso essa expectativa não se cumpra, os preços irão buscar patamares abaixo dos US$ 4,85, podendo atingir US$ 4,60. 

Por:
Aleksander Horta // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário