DA REDAÇÃO: Previsão de safra cheia no Vietnã contribui para quedas nas cotações do café

Publicado em 28/05/2014 19:08 e atualizado em 28/05/2014 20:03 506 exibições
Café: Mercado continua volátil diante do avanço da colheita no Brasil e especulações sobre o tamanho da safra. Previsões de safra recorde no Vietnã, maior produtor da variedade de café robusta, também pressionaram os preços nesta quarta-feira.

Previsões feitas pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) de uma safra recorde de café robusta (conilon) no Vietnã estimularam novas quedas nos preços do café nesta quarta-feira (28). De acordo com o analista de mercado Marcus Magalhães, esta notícia e a falta de novidades sobre a safra brasileira desencadeou as vendas dos contratos na Bolsa de Nova Iorque e provocou o “efeito manada”, em que os traders saem das posições compradas.  

“A falta de notícias no setor deixa o grande player internacional com um sentimento de que enquanto não tiver um fator novo no Brasil, que é a maior origem produtora de café, que possa influenciar os preços, eles ficam reféns”, explica Magalhães, completando que as notícias de quebra na safra mineira já foi precificada pelo mercado. 

O analista defende que, apesar das quedas, o cenário é positivo para o mercado. “Cada queda do mercado, no meu modo de ver, é muito mais uma janela de entrada do que uma porta de saída, porque o mercado, se você olhar para frente, de maneira macro, é muito mais construtivo do que derrotista”. 

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário