DA REDAÇÃO: Trigo – Em Carazinho (RS), chuvas dão trégua e plantio avança para 80% da área projetada

Publicado em 23/06/2014 11:08 e atualizado em 23/06/2014 14:28 303 exibições
Trigo: Chuvas dão trégua na região de Carazinho (RS) e plantio do cereal alcança 80% da área esperada. Saca do trigo é negociada a R$ 31,00, mas produtores estão preocupados, pois governo sinaliza a retirada da TEC. Estado ainda precisa negociar cerca de 800 mil toneladas de trigo da safra anterior.

Em Carazinho (RS), as chuvas deram trégua e o plantio do trigo avançou para 80% da área projetada nesta safra. Até a última quinta-feira, a semeadura alcançava 20% da área devido às precipitações. As chuvas retornaram à região na madrugada desta segunda-feira (23), com 46 mm. 

Ainda assim, o vice-presidente do Sindicato Rural do município, Paulo Vargas, destaca que não será necessário o replantio das lavouras. “As precipitações podem afetar as regiões mais baixas, que foram cultivadas mais cedo e não tiveram um bom tratamento de sementes e tecnologia menor. Porém, os produtores sabem como manusear as lavouras para ter um bom desenvolvimento”, afirma. 

Entretanto, as preocupações com o clima ainda não estão descartadas, já que nos meses de outubro e novembro, as precipitações podem ocasionar doenças nas plantas, como a giberela. Além disso, outra preocupação é em relação à comercialização do produto, uma vez que os produtores ainda têm cerca de 800 mil toneladas da safra anterior para negociar.

“A saca é comercializada a R$ 31,00, mas o produtor está segurando à espera de preços melhores. Entretanto, o governo não tem interesse que melhore, estamos há 6 meses tentando não derrubar a TEC, mas agora temos a sinalização que a tarifa será retirada, uma manobra dos moinhos brasileiros”, acredita Vargas.

A situação, se confirmada, deverá dificultar a comercialização do produto e beneficiar os produtores de outros países, conforme destaca o vice-presidente. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário