DA REDAÇÃO: Produtores rurais são presos por conflito indígena de Suiá Missú

Publicado em 07/08/2014 13:20 e atualizado em 07/08/2014 18:13 235 exibições
Questão Indígena: Quatro produtores rurais foram presos pela Polícia Federal por assuntos relacionados aos conflitos da Suiá Missú, em MT. As acusações são de associação criminosa, furto, incêndio, cárcere privado e sequestro. Outras pessoas estão foragidas. No conflito, que teve confronto com força policial, mais de 7 mil famílias foram expulsas de suas casas e propriedades para demarcação indígena.

Na manhã desta quinta-feira (7), produtores rurais e líderes ligados aos conflitos da Suiá Missú, em Mato Grosso, foram presos pela Polícia Federal. Dentre os acusados está Sebastião Prado, líder da resistência destes produtores. A jornalista Camila Nalevaiko, contou que recebeu a notícia por meio da esposa de Sebastião Prado, que foi preso em sua residência em Goiânia.

Além do líder, também foram presos o vereador Nivaldo Oliveira, João Ribeiro Camelo e Elias Alves Gabriel, conhecido como Tete. Ainda está na lista do mandado de prisão, Renato Teodoro. Nalevaiko conta que eles estão sendo indiciados por associação criminosa, furto, incêndio, cárcere privado e sequestro.

O conflito retirou 7 mil pessoas de suas propriedades para demarcação de território indígena, em que houve confronto policial. Muitas famílias produtoras estão em situação de miséria desde que tiveram que abandonar suas terras. Já foram registradas 30 mortes após o conflito, muitas por homicídio por disputas e algumas por suicídio. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário