EXCLUSIVO: Mercado do boi gordo se mantém firme, com tendência de novas altas, até final de novembro

Publicado em 22/09/2010 11:44 e atualizado em 22/09/2010 12:33
748 exibições
Boi: mercado se mantém firme há pelo menos 3 meses e tende a permanecer assim até final de novembro, com possibilidade de novas altas. Pequeno aumento de ofertas pontuais alongam escalas de abate. Carne para o consumidor começa a encarecer.

 

Há pelo menos três meses, o mercado do boi gordo vem registrando fortes altas devido a escassez de oferta no período da entressafra e safra do confinamento, já que o volume de animais este ano em cocho é menor em todo o Brasil. Aos frigoríficos resta a dificuldade de encontrar boi para completar suas escalas de abate e com isso, precisam pagar mais para ter oferta. A demanda aquecida no doméstico dá suporte aos preços.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

José Vicente Ferraz, analista da AgraFNP, explica que um pequeno aumento de oferta ajudam a alongar as escalas de frigoríficos maiores que negociaram animais em contrato à termo na BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros). No entanto, ainda não é suficiente para pressionar queda aos atuais preços, pelo contrário, a tendência segue de alta.

 

Com os preços da arroba mais cara, ao consumidor começa a ser repassado esses valores do mercado ao atacado. A expectativa fica por conta do mercado doméstico se aceitará pagar mais pela carne, mas segundo Ferraz, também não é fundamento que provoque baixa.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário