EXCLUSIVO: Apesar das chuvas, café mantém preços firmes no mercado internacional

Publicado em 01/10/2010 13:59 e atualizado em 01/10/2010 16:23
491 exibições
Café: mesmo com chuvas em Minas o preço se mantém no mercado internacional. Recomendação ao produtor: vender aos poucos, conforme a necessidade. Na questão da troca de padrão BM&F, cafeicultor deve analisar custo/benefício.

 

A cotação do café na Bolsa de Nova York se mantém estável, mesmo com a chegada das chuvas nas principais regiões produtoras de café do Brasil. Mudança no padrão de qualidade do café para exportação na BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) pode beneficiar o cafeicultor que souber analisar o custo/benefício do negócio.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

A classificação passará a ser tipo 4, ante o tipo 6. Segundo o presidente da Cooxupé, Carlos Paulino, a qualidade 6 acumulava muito defeito e, para o tipo 4, cresce a despesa do cafeicultor que pretende adequar sua produção para exportação, com certificação na bolsa pra a entrega.

 

Quanto aos preços, Paulino acredita na sustentação do mercado, formador de um novo patamar de preços na média de R$ 300,00. Se a expectativa para ano de bianualidade em produção pode comprometer o abastecimento dos estoques, o presidente da Cooxupé aconselha vendas compassadas, conforme a necessidade.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário