EXCLUSIVO: Chegada das chuvas acelera o ritmo do plantio no MT

Publicado em 14/10/2010 13:30 e atualizado em 14/10/2010 16:18
459 exibições
Entrada das chuvas em MT acelera o início do plantio, mas as perdas com a soja precoce ainda deverão ser contabilizadas. O MT produz 30% de soja precoce. Já a ferrugem asiática deverá ter menos impacto.

 

A previsão climática indica que as chuvas com maior intensidade devem chegar ao Mato Grosso a partir do dia 20 de outubro e os produtores já estão com o maquinário preparado para acelerar o início do plantio da soja. A seca acentuada não deve impedir a produção da cultivare precoce, mas as perdas deverão ser contabilizadas.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Segundo o diretor técnico da Aprosoja, Luiz Nery Ribas, a conseqüência mais severa sobre o atraso das chuvas pode se dar quando iniciado o plantio da cultura da safrinha de milho. A expectativa é para que as chuvas, do mesmo modo que atrasou, se prolonguem até final de fevereiro a fim de atender o calendário das lavouras.

 

Por outro lado, a estiagem possibilita um clima menos favorável para a proliferação da ferrugem asiática nas plantas.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário