EXCLUSIVO: Apesar da queda das commodities, café pode ter recuperação em breve por falta de oferta global

Publicado em 12/11/2010 14:17 e atualizado em 12/11/2010 17:49
692 exibições

 

As cotações do café também no encerramento da semana com liquidação geral das posições compradas pelos fundos das commodities. Por outro lado, escassez de produto de qualidade no mercado internacional traz à tona a necessidade, em perspectiva, de pelo menos mais 18 meses de alta para a produção. Brasil é o principal exportador de café.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

O superintendente comercial da Cooxupé, Lúcio Dias, explica que os preços podem recuar um pouco mais em função do término das chuvas no Vietña e a movimentação cambial, mas recuperações das cotações na Bolsa de Nova York deverão vir em breve.

 

O que preocupa agora é ao cafeicultor brasileiro que viu uma florada boa nos cafezais, mas o pegamento confirma uma safra de ciclo mais baixo, somado ao ano de bianualidade. Agrônomos confirmam uma safra menor no próximo ano.

 

Hoje o mercado trabalha bastante nominal, sem muitos negócios no Brasil. A saca do arábica vale R$ 340,00 e o cereja descascado entre R$ 400,00 e R$ 410,00.

Por: João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário