DA REDAÇÃO: Parlamentares entendem a necessidade da preservação ambiental e de legislação que não criminalize produtor

Publicado em 05/07/2011 13:56 e atualizado em 05/07/2011 15:03 434 exibições
Código Florestal: senadores se reúnem com cientistas para avaliação técnica antes de votar a novo Código. Parlamentares entendem a necessidade do desenvolvimento da agricultura e devem modificar pouco a nova Lei aprovada por deputados.

Senadores se reuniram nesta terça-feira com cientistas em Brasília para avaliar relatório técnico para nova legislação do Código Florestal. O senador- PMDB-MS, Waldemir Moka, ressaltou a importância da participação dos cientistas na questão porém, lembra de que é preciso levar as discussões para a prática. "É claro que nós queremos decidir a luz da ciência e da tecnologia, essa é uma questão política e o país vai ter que decidir", diz defendendo a preservação do meio ambiente e uma legislação que não restrinja a produção brasileira.

Durante a discussão em Brasília, um cientista levantou a questão de que o microambiente de preservação não se restringe somente à área das APPs, mas de toda a propriedade, o que resulta em uma problemática para a produção de alimentos no país. Desta forma, o senador defende uma compensação para aqueles que mantém a reserva legal.  "Esses 20% (de preservação) é um benefício colteivo... tenho certeza que o produtor entende isso... temos 61% da nossa vegetação preservada... 3 hectares de florestas por brasileiros", diz.


Waldemir não acredita em mudanças drásticas do Novo Código no Senado Federal e se diz confiante de que as alterações já feitas na Câmara dos Deputados serão respeitadas, embora possa haver alguns ajustes pontuais. Para ele, os senadores devem entrar em um consenso e entender que, além da preservação do patrimônio ambiental, é fundamental que haja uma legislação que pare de criminalizar o produtor rural.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário