DA REDAÇÃO: Prejuízo com geada tira da economia do Paraná cerca de R$ 2 bilhões

Publicado em 07/07/2011 14:32 e atualizado em 07/07/2011 15:35 666 exibições
Prejuízo com geada na agricultura tira da economia do Paraná R$ 2 bilhões. Além do milho e trigo, perdas são calculadas na produção da cana-de-açúcar, café e leite. Quem paga a conta mais uma vez é o produtor que não tem amparo de um seguro agrícola pelo Governo.
De acordo com as informações divulgadas ontem pelo Deral, Departamento de Economia Rural, o estado do Paraná sofreu perdas de cerca de 35% na segunda safra de milho e de aproximadamente 9% na produção de trigo, em relação ao que se esperava colher. Com base no levantamento feito pela Faep, Federação da Agricultura do Paraná, as perdas também se estenderam para as culturas de café, cana e leite.

Para o café, a estimativa é de uma perda R$160 milhões na produção, R$ 92 milhões para a cultura de cana, equivalente a 5% da produção total.  Já para a produção de leite, os prejuízos alcançaram uma média de 15%, o equivalente a cerca de R$ 100 milhões. "Somando tudo, o Paraná deve ter uma receita menor circulando na economia do estado de cerca de 2 bilhões de reais", comenta o presidente da Faep, Agide Meneguette.

Quem acaba por pagar a conta mais uma vez é o produtor que não tem amparo de um seguro agrícola pelo Governo. Meneguette ressalta a importância de um seguro que cubra a renda do produtor rural. "Temos que estender a todas as culturas do Brasil porque nós temos a lei aprovada, o fundo de catástrofe não está regulamentado e nós precisamos de agilidade para evitar essa catástrofe de o produtor rural arcar com um prejuízo de bilhões. Se tivesse um seguro podia trabalhar com agilidade", conclui.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Everson M. Danguy Tuneiras do Oeste - PR

    Infelizmente está é a realidade do agricultor brasileiro..

    0