DA REDAÇÃO: Milho e trigo caem, soja se sustenta no mercado climático para fechar a quinta-feira com alta em Chicago

Publicado em 14/07/2011 18:58 353 exibições
Grãos: clima adverso nos Estados Unidos sustenta a soja nesta quinta-feira em Chicago, mas milho e trigo devolvem ganhos. Direção sobre produção está a mercê do mercado climático. Quebra estimula interesse pelos grãos do Brasil.

O clima adverso sobre as lavouras do cinturão de grãos norte-americano sustentou na alta as cotações da soja na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (14). Em compensação, o milho e o trigo embarcaram no mau humor do mercado financeiro para devolver os fortes ganhos da sessão diurna da última quarta-feira (13).

Segundo Marcelo Bartholomeu, consultor da FCStone, o mercado climático é o direcionador dos preços até a colheita da safra 2011/12 dos Estados Unidos, mas o risco para adversidades no tempo podem comprometer a produtividades dos grãos. A meteorologia prevê para os próximos 15 dias um clima quente e seco sobre as lavouras.

Com os estoques americanos da soja baixos, qualquer pequena quebra em produção prejudica a demanda pela oleaginosa. Por outro lado, estimulará a procura do compradores pelos grãos brasileiros.

Bartholomeu projeta que tendência para novas altas nos preços podem acontecer no curto, médio e longo prazos, com o produtor se atendendo a negociar seu produto nos melhores momentos dos preços.

Por:
João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário