DA REDAÇÃO: Crise econômica não deve atinger commodities agrícolas

Publicado em 10/08/2011 14:16 e atualizado em 10/08/2011 18:10 470 exibições
Commodities agrícolas perdem patamar de preços altos com crise financeira no mundo. Apesar do temor sobre uma recessão, o consumo de alimentos não deverá ser afetado, principalmente para carnes. Demanda asiática continua.

A crise econômica mundial não trará grandes prejuízos para as commodities agrícolas. É o que afirma o presidente da Sindirações, Ariovaldo Zanni. De acordo com ele, apesar da nova ordem dos preços, a alta demanda chinesa e o crescimento da população mundial a longo prazo devem manter as commodities em um patamar de valorização.

“A China é hoje a locomotiva das negociações internacionais como importadora exportadora de bens. Então, a maior preocupação para o produtor brasileiro deve ser a saúde e disposição chinesa”, avalia Zanni.

Para o presidente, a queda do dólar deve trazer um efeito de compensação no mercado das commodities, pois mesmo que sejam negociadas a preços mais baixos a demanda tende a crescer.

Para as carnes, o presidente garante que a apreciação da moeda brasileira tem atrapalhado as indústrias exportadoras com reflexos no mercado interno, que por sua vez, é a aposta dos produtores como garantia para a saúde da economia brasileira.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário