DA REDAÇÃO: Boi começa semana com valores pressionados

Publicado em 15/08/2011 13:46 e atualizado em 15/08/2011 17:23 523 exibições
Boi Gordo: semana começa pressionada pelo menor consumo no final de semana e um ligeiro aumento na oferta de animais de confinamento. A arroba recua R$ 2,00 em São Paulo e as escalas são pré-montadas pelos frigoríficos.
Carne bovina apresenta aumento na oferta de animais de confinamento e vendas no atacado entre sábado e domingo foi abaixo do esperado. Assim, a semana que se inicia no dia 15 deve ser de pressão nos preços. Não deve haver alta, no máximo, os preços mantêm-se estáveis ou com ligeiro recuo.

Na sexta-feira (19), o mercado físico deve sentir a queda nos preços, prevê o analista de mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira. Com os pecuaristas do estado de São Paulo, antes fora do mercado, ofertando deus produtos partir deste mês, a pressão pode ser ainda maior.

As escalas ainda não estão compridas. Os frigoríficos com poucas escalas compram para sexta-feira (19) e os que têm muitas, fazem as de terça-feira (16) ou quarta-feira (17).

Escala pré-montada
Os grandes frigoríficos têm combinado volumes expressivos de bois com parceiros a preços não definidos, mas, geralmente, usando como base o indicador Esalq. Assim, garante-se o dia certo para abatê-los.

As escalas nas grandes indústrias para os dias 15 ao 19 estão feitas, sendo que do dia 22 ao 26, estão comprometidas entre 40% e 70%. Já do dia 29 em diante, entre 40% e 60%.

Os animais não-negociados dessa forma, provavelmente, serão comercializados futuramente nas indústrias menores.

Na segunda-feira (15), o preço do boi à vista em São Paulo é de R$98 a arroba, uma queda de R$2.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário